Mais um feito para a história

08:53 Net Esportes 2 Comments

Mariano Rivera recorde de 602 saves na carreira600, três mil e agora 602. O primeiro foi Alex Rodriguez no ano passado, jogador polêmico que começou sua carreira em 1994 passando por Seattle Mariners e Texas Rangers antes de ir para o New York Yankees. Esse ano foi a vez de Derek Jeter, jogador que veste a camisa do maior campeão da MLB desde 1995, além do seu companheiro de equipe Mariano Rivera, que começou a jogar no mesmo ano que ele. 600 foi o número de home runs atingidos por Rodriguez que hoje está em 626. Três mil foram as rebatidas válidas de Jeter que hoje já alcançaram a marca de 3064. Agora chegou a vez de outro jogador do New York Yankees fazer história, Rivera, o novo recordista de saves em toda a história do besebol americano com 602 vitórias garantidas.

Atingir uma marca histórica tão expressiva como essa é realmente incrível, fazer isso no estádio de sua equipe, diante dos seus torcedores e além de tudo isso vencendo o jogo passa a ser ainda mais especial. E no caso do recorde de 602 saves atingido por Mariano Rivera não existe outra forma de se conseguir que não seja vencendo o jogo, justamente porque save no beisebol significa salvar a partida, ou seja, é quando o arremessador destinado a essa função entra na partida para garantir a vitória de sua equipe. Isso geralmente deve ocorrer quando o time está vencendo e normalmente na nona entrada, que é a última, para que não haja nenhuma possibilidade de perder. Só que nem sempre as coisas foram tão simples assim.

Só nesta temporada Mariano Rivera chegou a marca de 43 saves, sendo que em apenas 11 deles o jogador atuou em dois innings. Antigamente um especialista dessa função chegava a jogar até três innings. Segundo o colunista da CNN sports illustrated, Joe Posnanski, as coisas começaram a mudar no final dos anos de 1970, ficando ainda mais evidente depois de 1985. O recordista de saves de dois innings é Rollie Fingers, que atingiu uma marca bem pequena, 135. Rivera, no entando, não fica muito atrás do jogador que começou a carreira no Oakland Athletics e que tinha os bigodes mais engraçados de todos os tempos no esporte, conseguindo 116 saves de mais de um inning desde que começou a jogar. Mas isso não apaga a importância de seu feito.

A marca de Alex Rodriguez foi contestada, afinal o jogador admitiu uso de doping no início da carreira. A marca de Jeter também tinha seus parenteses e agora Rivera também sofre um pouco ao superar Trevor Hoffman para se tornar o recordista em número de saves na carreira aos 41 anos de idade. A história é sempre a mesma, até Roger Maris sofreu contestações quando conseguiu o maior número de home runs em uma mesma temporada, 61 em 1961, uma marca que durou 37 anos. Parece até perseguição com o New York Yankees, mas um yankee sabe que é maior que tudo isso, sabe que mesmo contestados seus recordes são reconhecidos, comentados e jamais esquecidos, ficam para sempre na história do beisebol, assim como Mariano Rivera ficará eternamente marcado como o maior fechador de todos os tempos. (Foto: Patrick McDermott/Getty Images)

2 comentários:

Patrick disse...

Esse maluco deve ser bom mesmo. Pow...

Mas como pode né, falou de beisebol, tem que falar de New York Yankees... Eh engraçado isso...

Net Esportes disse...

@Patrick: Pode crer Patrick, quase sempre que se fala em beisebol se fala em Yankees, são os maiores vencedores de todos os tempos. E é sempre grandes marcas ... Alex Rodriguez com 600 homers, o Derek Jeter com 3000 hits e agora o Riveram batendo o recorde de saves, muito bom.