O primeiro jogador asiático da NBA

14:57 Net Esportes 0 Comments

New York Knicks 1947 Misaka adiáticoSe você ainda não se entusiasmou com a história de Jeremy Lin faça uma consulta urgente com o seu cardiologista. Os elementos são irresistíveis, um garoto humilde de origem asiática que estava prestes a sofrer o seu terceiro corte na NBA. O jovem que dormia no sofá do irmão, que era barrado por seguranças no Madison Square Guarden, um desconhecido formado em Harvard que marcou 38 pontos contra o Los Angeles Lakers de Kobe Bryant. Floyd Mayweather, Jr. pode até dizer que seu sucesso é por sua raça e não por seu talento, porém ele deve estar errado e não ter notado que o garoto marcou 20 pontos ou mais em cinco partidas seguidas, com cinco vitórias para a sua equipe, o New York Knicks. Lin é um grande sucesso hoje, só que ele veio depois de Raymond Townsend e Rex Walters, ele não é o primeiro asiático-americano da NBA, pois isso aconteceu a muitos e muitos anos atrás.

O Hall da Fama ignorou, mas nada como o sucesso de Jeremy Lin para todos se lembrarem de uma história ocorrida em 1947. Naquela época a NBA nem era NBA, era BAA (Basketball Association of America). Foi uma época histórica onde um asiático-americano de origem japonesa quebrou as barreiras do preconceito racial e marcou seu nome no melhor basquete do planeta. Wataru 'Wat' Misaka nasceu em Ogden, Utah, para onde seu pai se mudou em 1903 fugindo do trabalho de agricultura no seu país. Ele foi jogar na Universidade de Utah onde faturou dois títulos, em 1944 e em 1947. Assim, ao contrário do que aconteceu com Jeremy Lin, Misaka acabou sendo draftado pelo New York Knicks e foi jogar no Madison Square Garden, justamente o local onde havia conseguido o título universitário daquele ano.

"As pessoas me reconheceram e me disseram olá nas ruas" - disse Misaka. Hoje o mesmo aconteceria com Lin em escalas extremamente maiores e em várias partes do mundo. Só que a vida de Misaka na NBA ou BAA não durou tanto quanto está durando a de Lin e não foi um conto de fadas. Wat Misaka jogou apenas três partidas e marcou apenas sete pontos. Ele fora cortado por rasões nunca explicadas, excesso de armadores no time teria sido uma explicação superficial e vazia. A Segunda Guerra Mundial havia terminado a pouco tempo, ainda existia uma certa raiva dos japoneses por parte dos americanos. Misaka ainda tinha os olhos puxados como um fator a mais contrário ao seu empenho dentro de quadra. Isso, no entanto, não o impediu de ser o primeiro asiático da NBA, o primeiro asiático-americano, mesmo que tenha sido por tão pouco tempo.

Wataru Misaka ainda recebeu um convite para jogar no Harlem Globetrotters, mas recusou para terminar os estudos e se formar em engenharia. Naquela época os salários eram praticamente idênticos e valia muito mais pensar no futuro do que seguir tentando a sorte no esporte. O sucesso de Jeremy Lin hoje no New York Knicks se deve muito ao seu jogo, sua personalidade, sua vontade e seu talento que já havia despertado antes na Summer League, mas que ainda não tinha dado um resultado expressivo. Tanto que passou por duas outras equipes e foi cortado do mesmo jeito que estava para ser cortado em Nova York. Mas o destino não quis assim e então ele jogou e jogou muito, não se sabe até quando, porém já fez mais do que Misaka, porque Misaka não teve chance de fazer mais. O Knicks está corrigindo um erro histórico, quem sabe desta vez a camisa 17 em 2012 tenha um capítulo mais emblemático do que a camisa 15 teve em 1947, uma época onde provavelmente poucos reconheceram naqueles dias o simples fato de estarem vendo o primeiro jogador asiático que quebrava as barreiras na NBA. (Foto: Kevin Coughlin)

0 comentários: