Em busca de Don Budge e Rod Laver

14:09 Net Esportes 2 Comments

Atualmente dois tenistas que jogam o circuito profissional da ATP já venceram todos os quatro torneios de Grand Slam. São eles o suiço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal, que ocupam respectivamente as posições três e dois no ranking. Só que tal façanha não é uma exclusividade da dupla, pois Andre Agassi, Roy Emerson e Fred Perry fizeram o mesmo. O que estes cinco jogadores, no entanto, não fizeram além de ganhar todos os torneios de Grand Slam, foi ganhar todos os torneios de Grand Slam no mesmo ano. E é exatamente aí que a coisa se complica, pois apesar de tantos anos de história e sete jogadores já terem vencido o Grand Slam na carreira, apenas dois deles conseguiram isso em um mesmo ano. Façanha incrível de Don Budge e Rod Laver, que agora em 2012 estão mais uma vez na mira do sérvio Novak Djokovic.

Eles também estavam na mira do atual número um do mundo no ano passado, quando Djokovic começou a temporada arrasador vencendo o Aberto da Austrália e alcançando a maior sequência de vitórias consecutivas de toda a sua vida. Só que na semifinal de Rolan Garros ele acabou superado por Roger Federer e teve que adiar o sonho de qualquer um que ganha a vida com raquetes e bolinhas amarelas. A chance de ouro desperdiçada se tornou ainda mais lamentável quando Novak mostrou ao mundo todo o seu potencial triunfando em Wimbledon e também no US Open. Dois títulos que ele tem tudo para conquistar novamente esse ano, quem sabe somando-os ao título no saibro francês, um palco que faltou para tantos outros grandes jogadores que hoje figuram fora da lista daqueles que ganharam o Grand Slam na carreira, mesmo que não tenha sido tudo no mesmo ano.

Se não fosse apenas um ano ruim de Rafael Nadal, talvez nem Roger Federer estivesse nessa restrita lista. Ele faria compania a Pete Sampras, Arthur Ashe, Jimmy Connors e Boris Becker, que também falharam em Paris. Exatamente a situação de Djokovic, que até hoje parou em três semifinais (2007, 2008 e 2011). Sem falar que no ano passado, quando não perdia para ninguém literalmente, era muito mais fácil dizer que Djokovic tinha tudo para vencer Roland Garros pela primeira vez, mesmo sem imaginar que ele venceria em Wimbledon e no US Open, torneios onde seria considerado favorito e onde foi, apesar da derrota em Paris. Já esse ano ele tem duas derrotas, semifinal de Dubai e semifinal de Indian Wells. Sempre semifinal, mas em Miami conseguiu uma recuperação excepcional. Título sem perder nenhum set, como não manter vivo o sonho de alcançar Don Budge e Rod Laver jogando dessa maneira tão suprema?

Os quatro Grand Slam de Don Budge vieram em 1938. Época em que os principais torneios de tênis do mundo contavam apenas com jogadores amadores, evitando assim as premiações em dinheiro. Quando virou profissional, Budge venceu mais quatro vezes na série pro, com menos jogadores e totalmente desprestigiada historicamente. Já o australiano Rod Laver bebeu nas duas fontes, ou melhor, nas três. Ele venceu os quatro torneios do Grand Slam no mesmo ano em 1962, época amadora, faturando também os quatro prós desprestigiados em 1967. Depois disso voltou a faturar todos os quatro torneios no mesmo ano em 1969, um ano após o início da era aberta que colova todo mundo em igualdade, amadores e profisisonais. Um antigamente e um na época da reviravolta, depois disso ninguém mais. Nem Sampras, nem Federer e nem mesmo Nadal. No ano que vem e nos outros, quem sabe alguém o faça, mas agora em 2012 só Novak Djokovic pode seguir em busca de Don Budge e Rod Laver. (Foto: Matthew Stockman/Getty Images)

2 comentários:

Marcelonso disse...

É uma pena que o Brasil após a era Guga não tenha conseguido o mesmo sucesso com a geração que veio a seguir.

Bons tempos aqueles em que assistiamos o torneio de Roland Garros, ou qualquer outro Grand Slam e tinhamos alguém em condições de fazer bonito.


abs

Luiz Paulo Knop disse...

E esse ano pode ser ainda melhor pra Djoko, pois ele pode conseguir o Gold Grand Slam, se não me engano só Agassi e Nadal tem os 5 títulos (incluíndo Olimpíadas) no currículo, é só Steffi Graf conquistou os 5 em um mesmo ano.

Luiz Paulo Knop
www.resenhaesportiva.com