De "mal" o Maldonado não tem nada

08:23 Net Esportes 6 Comments

Memória ruim? É difícil lembrar em quem votamos na última eleição ou qual foi o prato principal no almoço de quarta-feira da semana passada. Mas às vezes algumas coisas ficam marcadas. Às vezes em uma corrida de Fórmula 1 um piloto tenta ultrapassar na última volta e bate o carro, deixa de marcar oito pontos na primeira corrida do ano para a equipe que havia feito apenas cinco durante todo o ano anterior. Uma chuva de críticas impiedosas desabam do céu como um dilúvio do fim do mundo, e por quê? Ele foi arrojado, determinado, buscava mais do que tinha e só precisava de tempo para conseguir. Pastor Maldonado deixou de ganhar oito pontos por querer dez, hoje ele conseguiu o que queria, e levou 25 pontos por isso.

Aqueles que julgaram suas atitudes no GP da Austrália precipitadas continuarão com a mesma opinião. Mas quem achou correta a atititude do venezuelano, que proporcionou o melhor momento naquela prova em Albert Park, tem agora motivos que provam como suas opiniões a respeito da vontade incontida do jovem estavam certas. Deixar de ganhar oito pontos para uma equipe que fez apenas cinco durante todo o ano anterior realmente é ruim, mas ver a atitude de seu novo piloto provavam que o rapaz tinha talento e não seria um mero coadjuvante nesse ano. A tentativa de passar Fernando Alonso na última volta mostravam que ele queria ultrapassar qualquer um, até mesmo um campeão mundial. E isso ele conseguiu, quatro provas depois, na casa do rival.

Pole-position vencendo o GP da Espanha é padrão na Fórmula 1. Isso nos leva a crer que dificilmente Lewis Hamilton sairia de lá sem os 25 pontos conquistados por Maldonado e sua Williams. Essa é a terceira ou quarta vez que Hamilton deixa de vencer uma corrida nesse ano, seja por punições vindas de regras bizarras após fazer a pole ou seja por seu próprio erro e erro da equipe na troca de pneus nos boxes. Isso prova que a McLaren segue forte e continua sendo o melhor carro do ano, só falta parar de dar azar. Isso da chance para Alonso andar bem com uma Ferrari que anda mal, a mesma Ferrari que vira retardatário para outra Ferrari. Alô Massa! E correndo em casa o espanhol até pula na frente logo na largada, mas não largou na pole, na Espanha vence quem larga na pole-position.

Pastor Maldonado, com um treino de classificação exímio, era o herdeiro direto da pole. No ano que Frank Williams completou 70 anos de vida, lembrando que outro sul-americano, o colombiano Juan Pablo Montoya, foi o último piloto a vencer uma corrida pela sua equipe em outubro de 2004, no GP Brasil. Pior mesmo é saber que o último título mundial foi em 1997 com Jacques Villeneuve. Eram bons tempos, Damon Hill também havia sido campeão mundial com a Williams um ano antes. Não poderia ser como na Austrália, desta vez valia a vitória e não um quinto lugar. Desta vez nem foi preciso ultrapassar na última volta, a ponta foi retomada com uma estratégia brilhante na segunda e terceira parada para troca de pneus. Agora as críticas acabaram, agora ele só quer ouvir elogios de quem julgou seus atos errados na terra do canguru. Porque agora ele finalmente está na frente do Alonso, e não pelo quinto lugar, mas sim pelo primeiro, na primeira vez de um venezuelano na Fórmula 1. (Foto: Reuters)

6 comentários:

Marcelonso disse...

Foi bacana ver a Williams de volta ao topo.

Maldonado fez um belo trabalho, não errou, mereceu a vitória.

Mas esse fato não muda minha opinião sobre ele.
É um piloto mediano, que anda muito bem em algumas pistas e que também é capaz de erros medonhos.

Por outro lado, ele está passando por um pocesso de amadurecimento, totalmente normal...

Quanto aquele episódio em Melbourne, ainda penso que jogou pontos importantes fora, mas é assim que se aprende - errando.

abs

Ron Groo disse...

Ano passado fiz um texto pedindo que lhe dessem crédito.
Não me enganei.
Não é um gênio, mas é um piloto em que se pode confiar.

Patrick Araújo disse...

Esse campeonato está muitooooo bom... Mto equilibrado...

Legal ver a Williams ganhando novamente...

Hugo Chaves deve tá feliz tbm do Maldonado ter ganhando... rsrsrsr

Será que a Lotus vence a próxima corrida?

Luiz Paulo Knop disse...

É cara, tem que tirar o chapéu pra você nessa aí... depois da prova da Austrália você segurou a onda pro Maldonado, e agora ele dá a resposta na pista.

Luiz Paulo Knop
www.resenhaesportiva.com

Alex disse...

Adorei o artigo. Na verdade sou louco por todo o tipo de carros. Mas cara, adoro carros tunados . É de top.

Net Esportes disse...

Obrigado a todos pelos comentários, mas principalmente ao @Luiz Paulo Knop. Eu realmente na Austrália ressaltei o ímpeto, a coragem e a vontade do Maldonado de ir para cima, aquilo para mim valia mais do que levar oito ponto para casa ... e agora ele conseguiu o resultado que queria com lucro. Obrigado mesmo, grande abraço.