Pelos recordes em Roland Garros 2012

16:21 Net Esportes 1 Comments

Para os brasileiros as lembranças de Guga, e um carinho a mais por Roland Garros. Para o mundo mais um Grand Slam de tênis, no famoso e sagrado saibro de Paris. Esse sim um saibro autêntico, que jamais ficará azul como o de Madrid. Ali gênios se consagraram, entraram para a história, deixaram seus nomes eternamente gravados no mundo esportivo. Alguns deles com mais ênfase do que outros, conseguindo marcas expressivas, recordes de vitórias consecutivas, total de títulos e todos os torneios de Grand Slam conquistados. Esse ano a busca por essas marcas e recordes continuam, tanto no masculino com inúmeras possibilidades quanto no feminino, onde uma tenista não quer jamais ser esquecida.

Maureen Connolly Brinker, Doris Hart, Shirley Fry Irvin, Margaret Court e mais recentemente Billy Jean King, Chris Evert, Martina Navratilova, Steffi Graff e Serena Williams. O que todas essas tenistas tem em comum é um grande sonho que tantas outras tenistas possuem em comum, pois elas conseguiram vencer todos os torneios de Grand Slam em suas carreiras. Elas venceram o Aberto da Austrália, venceram em Wimbledon, no US Open e no tão difícil saibro francês. Serena ainda joga, quer voltar a levantar a taça, e se isso acontecer ela estará acabando com o sonho da musa russa Maria Sharapova. A campeã de uma edição de cada um dos outros Grand Slam está vivendo seu melhor momento para finalmente conquistar o título no Aberto da França.

Cansada das oito derrotas em dez decisões que disputou desde 2010, Sharapova reencontrou o caminho das glórias com dois títulos seguidos jogando no saibro. Em Stuttgart superou Victoria Azarenka e em Roma passou por Li Na. As lesões são passado e a confiança é plena, se não enfrentar Azarenka na decisão ainda pode voltar a ser a número um do mundo no ranking WTA. Se levantar a taça se torna mais uma com os quatro títulos de Grand Slam na história, a 11ª tenista em todos os tempos. Dez tenistas com os quatro títulos de Grand Slam até hoje parece pouco, mas se comparado aos homens o número é até superior, pois apenas sete conseguiram o feito. E o sexto e sétimo ainda jogam, com o oitavo querendo se juntar à eles neste Roland Garros 2012.

Antes da Era Aberta foram quatro jogadores: o britânico Fred Perry, o norte-americano Don Budge, o australiano Roy Emerson e seu compatriota Rod Laver. Depois disso apenas Rod Laver novamente, que em ambas as ocasiões venceu os quatro torneios no mesmo ano, além de Andre Agassi, Roger Federer e Rafael Nadal. Esse ano um sérvio quer entrar no clube, sendo que Novak Djokovic além de conseguir os quatro Grand Slam em sua carreira, ainda pode conseguir os quatro de forma consecutiva, já que venceu Wimbledon e US Open do ano passado e Aberto da Austrália desse ano. Se não fosse o bastante ele ainda manterá o sonho de conseguir os quatro Grand Slams no mesmo ano, sem falar nas Olimpíadas.

Rod Laver espera que isso não aconteça e para isso conta com Rafael Nadal. O mestre do saibro, o Rei de Roland Garros. Desde 2005 são 45 vitórias e apenas uma derrota em Roland Garros, além de 220 vitórias e 9 derrotas no saibro. Essa única derrota e a única explicação para Roger Federer ter os quatro títulos de Grand Slam também. Se for campeão Nadal não só acaba com as esperanças de Djokovic como também alcança recordes no torneio. Seria o seu sétimo título em Paris, marca que o faria superar sueco Bjorn Borg e igualar Pete Sampras em conquistas de um só Grand Slam, já que o americano foi campeão em Wimbledon sete vezes também. Roland Garros 2012 promete ter muitos recordes, só resta saber quais deles serão conquistados e quem irá consegui-los. (Foto: )

1 comentários:

Patrick Araújo disse...

Falou em Roland Garros já vem logo na cabeça o nome de Guga!

Acho que esse ano que leva eh o Nadal, ele eh genial no Saibro e ainda ganhou a ultima partida contra o Novak Djokovic...

Eh aguardar...