Mais um dia sem a "Maldição do Bambino"

15:44 Net Esportes 0 Comments

O desejo não é esquecer Babe Ruth, afinal o maior jogador de todos os tempos esteve por lá entre os anos de 1914 e 1919, tendo inclusive sido campeão da World Series. Mas esquecer o que sua saída causou é mais do que um sonho ou uma necessidade, porém impossível, mesmo que duas conquistas já tenham vindo, em 2004 e 2007. Os 86 anos de jejum terminaram, a falta de sorte nas decisões como ocorreu em 1946, 1967, 1975 e principalmente 1986 ficaram para trás. Não existe mais a "Maldição do Bambino", mas é impossível não pensar em Babe Ruth quando se fala de Boston Red Sox e World Series. O Fenway Park tem 101 anos de história, o monstro verde ainda está lá e o monstruoso atleta deve estar em algum lugar por aí também.

Será que deveria ser mesmo contra o St. Louis Cardinals? O velho rival da World Series de 1946, uma época em que talvez nem se falasse tanto em "Maldições", apesar de que nesse tempo Ruth já tinha transformado o Yankees no que ele é hoje. Derrotados em sete jogos e Ted Williams jamais se tornou campeão da MLB. Ele foi para a Guerra e ele foi MVP, e que batalha foi aquela World Series. O Cardinals venceu e o Red Sox voltaria perder em outras três decisões. Uma delas foi em 1967 e, tinha que ser contra o Cardinals novamente? Tinha que ser novamente em sete jogos? Será que Carl "Yaz" Yastrzemski não merecia ter sido campeão tanto quanto Williams? Ou Bobby Doerr? Jim Rice? e Carlton Fisk? 86 anos de espera.

E a espera então terminou. Foi em 2004 e lá estava o St. Louis Cardinals novamente como rival da World Series. Lá estava também o medo da "Maldição do Bambino", lá estavam todos em Fenway Park e todos ainda lembravam do erro fatal de Bill Buckner na World Series de 1986. Desta vez não poderia ser assim, desta vez a neta de Ruth disse que seu avô perdoou o Boston Red Sox. O piano que ele teria jogado no rio quando estava bêbado foi desenterrado, os jogadores e comissão técnica deram um abraço simbólico no estádio. O Cardinals já venceu em 1946 e 1967, eles já tinham nove conquistas e venceriam em 2006 e 2011. Então deixa o Red Sox vencer uma, deixa o jejum de 86 anos acabar, mesmo que seja com uma humilhante varrida inacrditável.

Acabou. Depois de 86 anos acabou. O Boston Red Sox era campeão em 2004 e se não bastasse venceu em 2007 novamente. Babe Ruth fica na memória boa e a "Maldição do Bambino" é esquecida. Pelo menos até o dia que o Boston Red Sox chega na World Series mais uma vez. E tinha que ser contra o St. Louis Cardinals novamente; Desta vez as duas melhores equipes da temporada. Isso não acontecia desde 1999. E o Red Sox enche as bases logo na primeira entrada. As coisas vão indo bem, mas o árbitro Dana DeMuth faz uma chamada equivocada na segunda base depois que David Ortiz conseguiu uma rebatida dupla. Era a "Maldição" falando mais alto novamente, mas ela acabou em 2004, não pode ser assim, não tem mais esse negócio de Bill Buckner. E não tem mesmo.

Todos os outros juízes pensaram duferente de Dana e eles fizeram uma reunião para tristeza de John Mozeliak. A bolinha não entrou na luva de Kozma e Dustin Pedroia chegou a salvo na base. O lance mudou completamente a história do jogo inteiro, o primeiro jogo da World Series de 2013. Um jogo que poderia ver um Boston Red Sox se lamentado por um Grand Slam de Ortiz impedido por Carlos Beltrán, mas que acabou vendo um Cardinals se lamentando por Beltrán ter ido parar no hospital após a jogada espetacular. No final a única coisa que poderia mesmo ser vista era o show de Jon Lester em sete entradas e meia e o placar final devastador de 8 a 1. A "Maldição do Bambino" acabou em 2004, mas ninguém a esquece nem mesmo quando tudo da certo, afinal esse é o Boston Red Sox e ainda será preciso vencer mais três vezes.

0 comentários: