E quem deseja tanto ir para um lugar tão frio?

15:33 Net Esportes 1 Comments

Frio e neve. Temperaturas baixas. Dois dígitos negativos em Celsius e Fahrenheit. As escolas estão fechadas e o governo pede que as pessoas só saiam de suas casas em casos de enorme necessidade. Navio quebra gelo é acionado, força tarefa para limpar as ruas convocada, o café quente congela e vira vapor em um segundo e a imprensa fala em vórtice polar. Assim está o Canadá e os Estados Unidos, gelado, tanto quanto ou pelo menos quase estará no início do mês que vem a até pouco tempo atrás desconhecida Sóchi, na conhecidíssima Rússia. Mas mesmo que o frio não leve tantos problemas para lá, o problema maior é se alguém que tanto merecia não for para lá.

E problemas de última hora nunca foram um problema. E se recuperar à tempo de ir para as Olimpíadas era uma de suas marcas registradas. E vencer uma competição olímpica era um sonho que só foi alcançado um vez em Vancouver 2010. Uma medalha de ouro em sua prova favorita que jamais será esquecida. Mesmo assim Lindsey Vonn queria muito mais, queria brilhar novamente na maior competição do planeta, queria enfrentar o frio que os seus conterrâneos americanos estão enfrentando nesse momento e sair de lá muito mais vencedora do que já é. Ela queria mais uma medalha de ouro, porém ela não terá a oportunidade de conquistar nem a medalha de bronze.

Foram longos meses de espera e longos meses de esperança. Foram longos e intermináveis dias de recuperação e tentativas de retorno até que muito bem sucedidos. Mas Lindsey caiu mais uma vez. Machucou o joelho mais uma vez. Não conseguiu alcançar 100% de recuperação e não poderá competir de igual para igual com as melhores do planeta na gelada cidade da Rússia. Com uma tristeza típica de quem está encolhido e tremendo em meio aos dois dígitos negativos com um sensação térmica de um 5 seguido de um zero com o sinal menos na frente, ela anunciou sua decisão através das Redes Sociais. Lindsey Vonn não estará nas Olimpíadas de Inverno ou, as Olimpíadas de Inverno não terão o prazer de contar com a presença da melhor e mais bela esquiadora alpina do mundo.

1 comentários:

Ron Groo disse...

Que pena.
É muito triste ver alguém que se alija de participar do ápice de seu esporte por lesão.
Ainda mais sendo tão bela.