E a sua maior luta será contra uma mulher

16:27 Net Esportes 0 Comments

O título dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe se encontra vago atualmente. O seu campeão se aposentou. Vitali Klitschko, aos 42 anos de idade, resolveu mergulhar de cabeça no mundo da política. Representando o partigo 'Golpe', ele quer dar porrada no atual governo e lutar pelos direitos do povo. Com doutorado em filosofia, o ex-boxeador foi uma das vozes mais ativas na opsição durante a queda do último presidente da Ucrânia e, agora que está longe dos ringues, quer se tornar o novo presidente quando as novas eleições em seu país acontecerem no próximo dia 25 de maio.

Para tanto, Vitali terá pela frente sua maior luta e enfrentará, dentre outros concorrentes, uma mulher. Com 47 combates em sua carreira, Vitali tem apenas duas derrotas e uma foi extremamente polêmica contra Lennox Lewis. Na outra ele sofreu uma lesão e jamais caiu quando esteve com as luvas na mão frente a frente com seu oponente. No entanto, por um veto de sua mãe, ele jamais encarou o irmão mais novo Wladimir Klitschko, que detém os outros três principais cinturões dos pesos pesados do boxe.

Agora ele não tem mais lutadores de boxe pela frente. Agora ele tem um dasafio ainda maior e precisa contar com um apoio direto de seus seguidores, apenas fãs de esporte que torcem por ele não são suficientes. Agora ele precisa de uma vitória para fazer valer seus ideais, uma vitória que não veio nem quando ele tentou ser prefeito de Kiev. Agora o apoio do irmão, as dicas do técnico e toda uma equipe nas suas costas podem não ser suficientes. Agora ele precisa passar por uma mulher, Yulia Tymoshenko e suas tradicionais e inconfundíveis tranças no cabelo. Talvez fosse mais fácil encarar Rocky Marciano, Muhammad Ali e Mike Tyson juntos.

0 comentários: