Poucos viram

09:40 Net Esportes 9 Comments

Foram poucos os que viram e são muito poucos os que poderão ver um dia, o Troféu Brasil de Triathlon não é reconhecido pela Confederação Brasileira e tão pouco vale pontos no ranking nacional ou internacional, mas a competição que chega à sua 18ª edição tem um carinho especial dos atletas que nunca deixam de estar presentes, mesmo debaixo de chuva.

E foi assim na etapa de abertura realizada na manhã de ontem em Santos, litoral de São Paulo, com as vitórias dos atuais campeões Carla Moreno e Fábio Carvalho, além da participação de mais de 900 atletas amadores de diversas partes do Brasil, entre eles o piloto da Stock Car Guto Negrão, que terminou em 23º na sua categoria e 356º no geral.

Para Fábio Carvalho foi um gostinho especial pois ele inverteu a posição do Triathlon Internacional de Santos realizado no final do mês passado, onde Paulo Miyashiro havia sido o campeão com ele em segundo. Já Carla repetiu a vitória do Internacional e corre em busca do heptacampeonato no Troféu Brasil, um feito inédito para a atleta que nesta semena desistiu de buscar a vaga para as Olimpíadas de Pequim.

As disputas seguem até o final do ano com mais 6 etapas pela frente, passando duas vezes em São Paulo e uma em Goiânia, depois retorna para Santos com mais 3 etapas. Mesmo sendo pouco conhecido pelo público, é uma competição que com 18 anos de história já revelou grandes nomes deste esporte, como Oscar Galindez, Fernanda Keller, Leandro Macedo, Armando Barcellos entre outros, e pode revelar ainda mais no futuro. (Foto: Divulgação)

- TROFÉU BRASIL DE TRIATHLON

9 comentários:

FALSA REALIDADE disse...

sem contar na dificuldade q os atletas tem para se manter...
coisas q acontecem no Brasil

Henrique Felippe disse...

Confesso não acompanhar o Triathlon como um todo... não é um esporte que disperte meu interesse... apesar de ser mergulhador, gostar de caminhar/correr e andar de bike... enfim, só não gosto! Agora, é muito bom saber que o Troféu Brasil tem tantos anos assim, que sobrevive apesar dos pesares e, principalmente, ser um evento Revelador de Talentos.

...E neste País onde muita "coisa" é valorizada e pouca Coisa é reconhecida para valorização... Vai Vendo...

Ótima matéria, muito interessante mesmo!

Um abraço e ótima semana,
Henrique
Vai Vendo...

keroj disse...

Infelizmente no Brasil é assim além de todas as dificuldades com patrocínio e divulgação modalidades como essa ainda sofrem com o descaso das entidades responsaves por elas

Vinicius Grissi disse...

E pelo jeito não estava chovendo pouco não. Uma pena realmente este tipo de evento não ser reconhecido tãopouco valorizado!

Debora Ferreira disse...

isso é que é vontade viu ! Participar de um campeonato que nem é reconhecido pela Confederação Brasileira, debaixo de CHUVA ! Boa sorte pra esse povo, mas eu tô fora !

AAaa, a zebra não foi porque o Hamilton ganhou não, a zebra foi por conta dos tantos carros quebrados... eu não gosto do Hamilton, é verdade, mas não dá pra dizer que o cara não é bom de volante né...

Luciane disse...

Olá...

visitei o seu blog também e achei bem bacana.. Estarei add nos links de blogs de corridas, ok?? Se quiser add o meu...

abraços

Arthur Virgílio disse...

Autas foto. Até que o Guto Negrão superou as expectativas.

Breiller disse...

Ou, rapaz, já separa aí um espaço na Galeria dos melhores para a pequena notável, Shawn Johnson. Vai brilhar em Pequim.

Legal ver um blog realmente ESPORTIVO. Bem diversificado e com texto muito bem elaborado.

Suadações rolablogueiras!

Uma pena que essa prova não tenha o apoio que merece. Se eu estivesse competindo não passava nem do primeiro quilômetro hehehe...

Grande abraço!

Gustavo Coelho