Um sonho realizado

19:47 Net Esportes 2 Comments

Na mítica subida do Alpe d'Huez, ele assumiu a liderança do Tour de France e não perdeu mais, a estratégia de equipe que deu o título da maior competição de ciclismo do mundo ao espanhol Carlos Sastre, foi extremamente importante, assim como seu desempenho nas difíceis subidas e na etapa de contra-relógio, que decidiu tudo um dia antes do final.

Muito marcado nos Alpes, o favorito ao título Cadel Evans, apostava tudo justamente no contra-relógio que era sua especialidade, mas acabou abrindo apenas 29 segundos de Sastre e teve que se contentar mais uma vez com o vice, o sorriso de satisfação do australiano que levou até um canguru ao pódio mostrou que o ciclista prevê melhor sorte nos próximo anos, quem sabe se ele atacar nas subidas.

Já Sastre fez questão de agradecer sua equipe, principalmente os companheiros Frank e Andy Schleck, que foram fundamentais na estratégia durante a subida de d'Huez, no contra-relógio fez o seu papel e conquistou o título que sonhava desde criança, subiu no pódio com os filhos, um dos quais havia sido homenageado anos atrás quando ele vencia uma das etapas do Tour.

Esse foi a terceira conquista seguida de um espanhol, depois de Alberto Contador e Oscar Pereiro, Sastre comemorou muito na Champs Élysées, tradicional palco de chegada do Tour todos os anos. Com um total de 87h52min52s e 3.559,5 Km percorridos, ele se tornou o 21º em 26 ciclistas a conquistar a camisa amarela no Alpe d'Huez e terminar com ela em Paris. (Fotos: Bryn Lennon/Getty Images)

- TOUR DE FRANCE

2 comentários:

Daniel Leite disse...

E ele conseguiu... Grande vitória: na principal prova, e no campeonato. Hamilton pode repetir isso na F-1, já que venceu a corrida mais dotada de glamour, em Monte Carlo.

Até mais!

Acho que nessas olimpadas vc terá muitos post pela frente.