Histórias Olímpicas XXIV

18:28 Net Esportes 6 Comments

Com muito glamour, sofisticação e tecnologia, as Olimpíadas de Sydney 2000 ficaram conhecidas como os Jogos do Novo Milênio, onde foram batidos os recordes de atletas participantes, países, mulheres, jornalistas, voluntários, esportes, provas, medalhas, direitos de TV e espectadores, a Austrália como país anfitrião teve a melhor participação de sua história, terminando em quarto lugar com 58 medalhas.

Para o bom desempenho australiano, o país contou com excelentes performances de atletas como a descendente de aborígenes Cathy Freeman, que teve a honra de acender a tocha olímpica e vencer a prova dos 400 m rasos, além do nadador Ian Thorpe, que com apenas 17 anos levou três medalhas de ouro, nos 400 m livres, e nos revezamentos 4x100 m e 4x200 m.

O desempenho de Thorpe nas piscinas só não foi melhor porque em seu caminho estava o holandês Pieter van den Hoogenband, que levou os 200 m livres deixando o australiano em segundo, ele venceu também nos 100 m. A Holanda se consagraria ainda no feminino, com a grande sensação Inge de Brujin, ela faturou três de ouro com direito a recorde mundial.

Pela primeira vez a Colômbia ganhou medalha de ouro, e terminou como o melhor país sul-americano, já o Brasil nunca chegou em uma Olimpíada com tantos favoritos, mas ninguém confirmou o status, decepções no vôlei, vela, futebol, judô e natação, o resultado foi o segundo melhor da história com 12 medalhas no total, mas nenhuma era dourada, seis eram de prata e seis de bronze. (Foto: Arquivo)

1992 - 1992 - 1988 - 1984 - 1980 - 1976 - 1972 - 1968 - 1964 - 1960 - 1956 - 1952 - 1948 - 1936 - 1932 - 1928 - 1924 - 1920 - 1912 - 1908 - 1904 - 1900 - 1896

6 comentários:

Ana Lucia disse...

Lembro bem dessa Olimpada...foi uma vergonha nacional para nós, os brasileiros!

douglasfert disse...

Olho as Olimpiadas de Sydiney com carinho. Foi a primeira vez que conheci mais profundamente este maravilhoso país tropical de primeiro mundo que tanto aprecio e almejo conhecer.

Antonoly disse...

Aí vem as Olimpíadas, uma pena ser sediada na China, país comuna e não respeitador dos direitos humanos, mas, fazer o que né?
Valeu!

www.blowgh.wordpress.com

Vinicius Grissi disse...

Esta Olimpíada foi a principal mostra de que o Brasil ainda caminha a passos curtos para se tornar forte no esporte. Falta muito por aqui...

Marcos Garcia disse...

Esta olimpiada foi fraca para o Brasil, mas teve alguns momento emocionantes, como no atletismo no revesamento 4 x 100 marculino que o brasil ficou com a prata, e teve um bronze na natação em algum revesamento que foi bacana. de resto foi decepção apenas.

www.classeaesportes.blogspot.com

flw

Daniel Leite disse...

Eu prefiro olhar para Sidney de uma maneira positiva. Foram conquistadas muitas medalhas, e, causalmente, n�o levamos nenhum ouro. A Argentina, por exemplo, ficou 52 anos sem medalhas de ouro e s� quebrou o jejum em 2004, gra�as a Tevez e Gin�bili.

At� mais!