Histórias Olímpicas VII

10:46 Net Esportes 8 Comments

Depois do fracasso de 1900, Paris lutou e voltou a ser sede dos Jogos Olímpicos, com grande empenho e ameaças do Barão de Coubertin, que queria as disputas lá mas com boas instalações, assim os parisienses trabalharam duro e pela primeira vez foi construída a Vila Olímpica, além de um estádio de 60 mil lugares, em Colombes e uma bonita piscina de 50 m, com plataformas de largada e linhas de cortiça dividindo as raias.

E foram nessas águas que a natação viu o surgimento de seu primeiro grande fenômeno, Johny Weissmuller, que faturou na França três medalhas de ouro e ao longo da carreira bateria 28 recordes mundiais, ele foi também o primeiro nadador a baixar o tempo de 1min nos 100m livres e aproveitaria de seu sucesso para virar ator mais tarde, porém ficou falido após seis divórcios e morreu em 1984 numa clínica psiquiátrica.

Mas o sucesso de Johny não foi o único daquele ano, com a exclusão definitiva do rúgbi e a suspensão do tênis até 1988, esporte que já se profissionalizada contrariando o COI, o futebol acabou ganhando força e a "Celeste Olímpica" dava as caras pela primeira vez, o Uruguai venceu todos os jogos e levou o ouro com seu excelente toque de bola, voltaria a ganhar em 1928 provando que o título na primeira Copa do Mundo em 1930, disputada em seus domínios, não foi nenhum absurdo.

Dentre os 3089 atletas no recorde até então de 44 países participantes, apesar da exclusão política da Alemanha, apenas 11 eram do Brasil que quase ficou fora das disputas, tendo sua inscrição refeita apenas dois meses antes do inicio dos Jogos, sem recursos financeiros acabou ficando longe do pódio, lugar onde os Estados Unidos subiram 99 vezes sendo 45 no ponto mais alto, tornando-se mais uma vez o grande campeão. (Foto: Arquivo)

-
1920 - 1912 - 1908 - 1904 - 1900 - 1896

8 comentários:

Thais disse...

oi tudo bem]
gostei muito do seu blog,tem tudo sobre o sport
o que mais amo é basquete
bejo

Debora Ferreira disse...

6 divorcios? caramba ! que loucura !Além dos 28 recordes nas piscinas, ele deve ter batido o numero de recordes daquela época...

e a seleção do uruguaai tava se mostrando como potencia ali né... muito legal

APaula Campos disse...

Estou impressionada como vc escreve bem!

Parabéns!

APaula
http://ofedor.blogspot.com

Lauro Rocha disse...

"porém ficou falido após seis divórcios e morreu em 1984"

Prova mais do que clara da má influência das mulheres em nossas vidas.

Anônimo disse...

legal seu blog
bem interessante
essas coisas eu nao sabia


abraços
fica o convite
http://blogaragem.blogspot.com

Daniel Leite disse...

Legal ver a humildade da Vila Olímpica em tempos remotos! Ainda mais se compararmos à realidade atual. Até mesmo a Vila do Pan do Rio foi construída de maneira fantástica.

Até mais!

MaxReinert disse...

O mais legal de tudo é a foto da vila olímpica!!! Muito bom!!!

cleverton disse...

legal saber historias assim
tem gent q eh fanatico por esporte mas naum tm interesse algun pelas historias...

visite nos

www.interdown.blogspot.com