Herói olímpico

11:32 Net Esportes 5 Comments

Maureen Maggi e a Seleção Feminina de vôlei foram recebidas com festa no Brasil, desfilaram em carro de bombeiros assim como vários atletas em várias partes do mundo, que foram homenageados de diversas maneiras possíveis, mas talvez ninguém tenha sido tão reverenciado quanto Rohullah Nikpai, responsável pela primeira medalha olímpica do Afeganistão, tratato literalmente como um grande herói em seu retorno.

Tapete vermelho, fotos e cartazes do atleta em todas as estradas de acesso ao aeroporto internacional de Cabul, mensagens parabenizando o feito e um grande aparado de segurança no desfile até o estádio nacional, onde uma grande multidão de afagãos o esperava, não faltaram gritos de orgulho em uma grande festa para aquele que é agora o maior ídolo esportivo do país em todos os tempos.

Nikpai faturou em Pequim a primeira medalha em toda a história do Afeganistão, ele foi bronze no taekwondo categoria até 58Kg, derrotou adversários como o campeão europeu de 2006 Levent Tuncant, além do bi-campeão mundial Juan Antonio Ramos na grande decisão do terceiro lugar. Rohullah Nikpai entrou para a história do país que vive em constantes guerras, e por incrível que pareça já esteve nos Jogos Olímpicos 12 vezes desde 1936, mas nunca com um motivo tão grande para se orgulhar como agora. (Foto: Musadeq Sadeq/AP)

5 comentários:

Raissa Póvoa disse...

Se nós brasileiros já não nos sentimos no direito de cobrar nada dos nossos atletas pela falta de incetivo ao esporte no nosso pais, imagina o que não devem pensar os afegãos

Alexandre disse...

ISSO é superação
ISSO é mérito

Não os BraZilóides que vivem PROFISSIONALMENTE de seus esportes e só sabem reclamar de faltade incentivo e chorar pro mundo inteiro ver. Que eu saiba a Falavigna vive profissionalmente de TaeKwonDo. O Thiago Pereira vive Profissionalmente de Natação. Aqueles caras vivem profissionalmente de judô. Se eles vivem pra treinar e competir a obrigação deles não é ir lá conquistar 28º lugar e falar "ah, tá bom, foi a melhor participação da história..."
ISSO sim é digno de honrarias, como foi feito. para os ufanistas, é só comparar as condições entre Afeganistão e BraZil...
Parabéns pra ele
Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Daniel Leite disse...

O fato nos leva a reflexões. O que é e o que representa um herói olímpico. O que valeu mais: o bronze de Nikpai ou o octacampeonato olímpico de Phelps? Por isso, as coisas são relativas. No Afeganistão, estão perguntando quem são Phelps e Bolt.

Até mais!

Este foi um acontecimento muito bonito, ver a alegria do povo em receber o grande heroi olimpico deles, que lutou com muita vontade, com o espirito do pais, e levou a medalha de bronze, que no Brasil criticam alguns atletas que conseguem apenas o Bronze, ai eh só nesse momentos, em que aquele bronze do afegão não é um simples bronze, não é prata e não é ouro, vale muito mais do que isso, vale a alegria de uma nãção.

www.classeaesportes.blogspot.com

André Augusto disse...

Tem que aplaudir o cara, numa terra que ja passou tanto sofrimento e menções negativas.
Tem que se exaltar qdo há algo de bom por lá...

Abs!