Para alegria de Sampras

11:16 Net Esportes 6 Comments

Apesar de dizer que não iria 'secar' e ainda supondo que Roger Federer pode chegar à marca de 18 ou 19 conquistas de Grand Slam até o final da carreira, Pete Sampras no fundo deve ter ficado muito alegre quando viu o suíço perder a chance de poder igualar seu recorde de 14 troféus dos maiores torneios de tênis do Mundo, pois na final do Aberto da Austrália o ex-número um foi mais uma vez surpreendido e superado pelo aguerrido e incansável Rafael Nadal.

Havia 12 anos que um espanhol não alcançava a decisão em Melbourne, em 1997 Carlos Moyá foi uma das vítimas de Sampras em sua última de duas conquistas na terra do canguru, mas a semifinal histórica que bateu o recorde de duração de um jogo do torneio: 5h14min, já garantia a presença de um espanhol na final, e depois de uma verdadeira batalha, Nadal estava pronto para a guerra.

A expectativa para o duelo não poderia ser outra, principalmente depois dos confrontos de 2008, em especial a dramática final de Wimbledon. Para Federer, que com três conquistas na Austrália em três finais disputadas, era a chance de dar o troco em Nadal, mas o hoje número um do Mundo que antes desse jogo tinha 12 vitórias em 18 confrontos diretos com o suíço, provou mais uma vez sua força, e faturou a disputa em longos e emocionantes cinco sets.

Roger Federer tem hoje em dia uma verdadeira pedra no sapato que é Rafael Nadal, depois de chegar na final das quatro últimas disputas de Grand Slam, só ganhou o US Open, única decisão que o espanhol não estava presente, mas mostrando que não é mais um jogador que vence apenas no saibro, principalmente pela vitória na grama londrina e agora no piso sintético, Nadal vai mostrando cada vez o quanto é bom, e agora com seis Grand Slam e apenas 22 anos de idade, quem sabe já não sonha com os 14 de Pete Sampras. (Foto: Andrew Brownbill/AP)

- AUSTRALIAN OPEN

6 comentários:

j. c. david disse...

Eu concordo que o Nadal é muito bom, e por isso discordo que ele é apenas uma pedra no sapato do Federer...Os dois estão no mesmo nível, talvez um pouco mais para o Federer.

Fábio disse...

o Nadal é muito bom , mas acho o feder muito melhor , eu acho que talvez a diferença dos dois é fisica

Katia disse...

O Rafael Nadal e demais *_*
sempre que posso assisto as partidas, mas como agora to de férias dei uma parada na tv ^^
perdi esse feito dele

adoro ver as manias dele ^^
o cara e foda

mostrando cada vez mais que e bom em qualquer quadra ^^

otimo blog

abrçs

Dudu disse...

Para mim o tempo já passou para o Federer, Nadal é o presente e talvez o futuro do tênis.

Daniel Leite disse...

Rafael Nadal pode ser o melhor de todos os tempos. Ainda muito novo, ele já consegue superar um gênio da estirpe de Federer em pisos da especialidade do suíço. Em Roland Garros, o espanhol é literalmente imbatível. Nos outros tipos de quadra, é muito competitivo e, acima de tudo, um lutador. Veremos.

Até mais!

Deni disse...

jah é o mais sensacional confronto d todos os tempos.
e torço para q o brasil gere novamente um astro como o guga pra um dia poder chegar aos joelhos desse caras . .. .
q federer ultrapasse o sampras e q nadal....continue sempre em bela forma!