Histórias do Ciclismo IV

11:48 Net Esportes 2 Comments

Com muita personalidade, força de vontade e, sobretudo, ambição, Eddy Merckx é considerado o maior atleta belga da história e um dos melhores ciclistas de todos os tempos, as 525 vitórias que conseguiu entre 1966 e 1976 não deixam a menor dúvida disso, com um começo de carreira arrasador, ele ainda teve que lutar contra os que lutavam contra ele no final, deixando claro que poderia ter ido ainda mais longe do que conseguiu ir.

Campeão amador de estrada, Merckx iniciou como profissional já vencendo uma prova muito importante, a Milan-San Remo, já em 1968 faturou o primeiro de cinco títulos do Giro d'Itália, mas foi em 1969 que cravou seu nome definitivamente na história ao ganhar seu primeiro título no Tour de France, com o detalhe de que além da camisa amarela de líder geral, levou também a verde, de velocista e, a de bolas vermelhas, dada ao melhor escalador.

Se naquela época existisse a camisa branca, honra do jovem mais bem colocado do Tour, ele teria vencido também, o recorde da faturar todas as camisas da disputa permanece até hoje, mais do que isso, Merckx travou batalhas memoráveis pelas estradas francesas, venceu a maior competição do ciclismo por cinco vezes no total, de 1969 a 1972 e também 1974, mas poderia ter ganho muito mais, se não fosse alguns pequenos problemas.

Em 1973 foi aconselhado a não participar, ano em que venceu a Volta da Espanha pela única vez na carreira, já em 1975 foi superado pela força de Bernard Thévenet, mas o pior aconteceu em 1976, os franceses estavam certos que o recorde de Jacques Anquetil seria quebrado, então alguns fãs que acompanhavam a prova atacaram Eddy Merckx quando ele sofreu uma queda, teve fratura no maxilar e não podia falar e nem comer direito, continuou na prova, mas não teve chances de ser campeão novamente. Merckx deve ser lembrado por sua bravura, por ter ido longe mas também pela certeza que poderia ter sido ainda melhor do que foi. (Foto: Arquivo)

2 comentários:

Leandrus disse...

Poxa, o cara foi atacado por um fã e não teve repercussão, por mais que se soubesse que a agressão ocorreu pela hostilidade que pairava no ar? Que coisa covarde, isso não é caso de mancha no esporte não?

Vinicius Grissi disse...

525 vitórias. É muito motivo para comemorar!!!!

Agora, esta história realmente é fantástica e muito complicada.