Histórias do Basquete V

12:15 Net Esportes 0 Comments

A idéia ou missão, era trazer um jogador que pudesse interromper o domínio do Boston Celtics e de sua maior estrela, Bill Russel, então por volta de 1959 e 1960, trouxeram para a NBA um jovem grandalhão que atuava no time do Harlem Globetrotters, Wilt Chamberlain chegou ao Philadelphia Warriors, que depois mudou o nome para San Francisco Warriors, e marcou história no basquete norte-americano.

O ano de estréia já foi de cara arrasador, fazia médias de 37,6 pontos e 27 rebotes por partida e foi nomeado o Novato do Ano da NBA, além de Melhor Jogador do Jogo de Estrelas e Melhor Jogador na NBA, o famoso MVP, também foi incluído na equipe ideal de 1960 e dava início a uma carreira que inevitavelmente o transformaria em uma dos maiores jogadores da NBA em todos os tempos.

Chamberlain era muito versátil e jogava bem tanto na ataque quanto na defesa, marcou um total de 31.419 pontos sendo o segundo maior cestinha da história, pegou 23.924 rebotes além de ter feito 4.643 assistências. No dia 2 de março de 1962 alcançou mais um feito histórico que jamais ocorreu novamente, quando anotou nada menos que 100 pontos em um único jogo, na vitória da sua equipe por 169 a 147 sobre o New York Knicks.

Sem dúvida um excepcional jogador que marcou seu nome na história, mas a missão de parar o Boston Celtics de Bill Russel acabou não dando muito certo, ele viu o time verde ganhar oito campeonatos seguidos até 1966, quando finalmente levantou a taça em 1967 atuando pelo Philadelphia 76ers, sendo campeão depois disso somente mais uma vez, em 1972 com o Los Angeles Lakers, time em que já havia amargado mais dois vices para o Celtics, porém sempre jogando de forma brilhante. (Foto: Arquivo)

0 comentários: