Novos desafios de Phelps

10:15 Net Esportes 3 Comments

Conseguir apagar a imagem ruim que deixou no final do ano passado, quando foi fotografado fumando maconha em uma festa universitária, é um desafio e tanto para o maior nadador de todos os tempos Michael Phelps, porém passado os três meses de punição impostos pela federação norte-americana de natação, ele volta à competir, e terá em sua programação muitos novos desafios pela frente.

O próprio nadador afirmou ter cometido um erro estúpido, e que aprendeu com isso, mesmo assim o péssimo exemplo que acabou dando aos inúmeros fãs não diminuíram muito sua credibilidade, continuou sempre chamando muito a atenção nos diversos eventos que compareceu após as Olimpíadas de Pequim, onde muitos afirmam que essa nova rotina de vida, toda a badalação aos seus redor, acabaram levando ele a fazer besteiras.

Os holofotes agora apontam para o Grand Prix de Charlotte, onde Phelps estará competindo pela primeira vez após as oito medalhas de ouro conquistadas na China, porém desta vez participará de algumas provas que não são especialidades suas, como os 50m e 100m livres além dos 100m costas, provas muitos rápidas que hoje em dia são dominadas por nomes como César Cielo, Alain Bernard, Eamon Sullivan e Frédérick Bousquet.

Além da expectativas de vê-lo novamente em ação, fica também a expectativa de ver como se comportará com esses novos desafios, que dará também uma idéia do que ele poderá fazer em Londres 2012, já que manteve também na disputa os 200m livre e dos 100m borboleta que está acostumado à vencer, porém não estará nos 200m e nos 400m medley, duas provas que domina amplamente, descartadas, porque o que ele quer agora são novos desafios. (Foto: Streeter Lecka/Getty Images)

3 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Confesso que estou na expectativa de vê-lo voltar a competir. Ele agora tem que provar que é mesmo um fenômeno, mantendo-se em alto nível.

Daniel Leite disse...

E ele voltou num ritmo bem mais lento. De toda forma, cumpriu suas obrigações, superando as primeiras etapas. Mas ainda falta muito para recuperar peso, ritmo de competição e, acima de tudo, o respeito de todos. Até mais!

Ron Groo disse...

Depois do que vi nas Olimpiadas eu não duvido de mais nada deste cidadão.
Nunca tinha visto alguem nadar como ele nadou, ganhar como ele ganhou.
E sinseramente, se o que ele fez foi ruim, e foi, ainda tem concerto.
Até nosso gordinho deu umas bolas fora - ou dentro - com uns travestis ai.. Não é?