A volta do 'Homem Aranha'

18:40 Net Esportes 8 Comments

Quantas pessoas já viveram dramas pessoais em suas vidas ? quantas pessoas já tiveram problemas com a justiça e risco de serem presas talvez até injustamente ? quantos já foram acusadas de evasão de divisas e sonegação de impostos, como o piloto brasileiro Hélio Castroneves nos Estados Unidos ? e quantos conseguiram ser absolvidos no julgamento, dando uma verdadeira volta por cima, e conseguindo voltar a ter uma das maiores glórias do automobilismo ? o Heleinho conseguiu.

Ele para o carro no meio da pista e o fiscal desesperado tanta mantê-lo dentro do veículo, a preocupação maior talvez seja a necessidade que o piloto tem de ir com o carro no local que se recebe o troféu, um imenso troféu por sinal, mas Hélio Castroneves não se continha de emoção, ele queria sair, extravasar, ele queria mais uma vez subir no alto do alambrado e comemorar com a torcida que lota as arquibancadas, acompanhado por toda sua equipe numa festa incrível, numa festa que marcava de vez a volta do 'Homem Aranha'.

A primeira foi em 2001, a segunda logo em seguida em 2002, e agora em 2009 a terceira vitória na tradicional e emblemática 500 milhas de Indianápolis, um circuito místico que completa 100 anos de existência, em uma corrida monstruosa que chegou à sua 93ª edição, Helinho superou em número de vitórias do Brasil, Emerson Fittipaldi, que triunfou em 1989 e 1993, sendo Gil de Ferran o outro brasileiro que venceu em 2003, o dia era dele, mas uma mulher também fez história, Danica Patrick foi terceira colocada, além do dono da equipe de Hélio, Roger Penske, que alcançou sua 15ª conquista.

Dentre a emocionada família, que não se continha nas tensas e angustiantes voltas finais, Hélio Castroneves também fez questão de agradecer à sua propria equipe por ter lhe dado essa indispensável oportunidade de ter uma "vida nova" como ele definiu, alegando em meio ao choro e o já tão tradicional banho de leite do vencedor, que este era o melhor mês de maio de sua vida, um mês, e um dia, que entraram para a história, marcaram a volta por cima de um piloto que quase viu o fim de sua carreira na Fórmula Indy, mas voltou para provar o seu valor e o seu talento, merecendo sem dúvida todo o reconhecimento por isso. (Foto: Robert Laberge/Getty Images)

8 comentários:

Ron Groo disse...

Aos anti americanos e esquerdófilos de plantão...
Ninguém faz festa como os americanos.
O sentimento cívico, o respeito pelas instituições; o hino cantado em uníssono por um autódromo inteiro e lotado; o silêncio respeitoso ao toque de silêncio da corneta.
A mãe do proprietário do Indianápolis Motor Speedway pedindo para que “ladies and gentlemans” ligassem seus motores.
Tudo aplaudido.
Como também aplaudiram o piloto brasileiro Vitor Meira, que voltou a pista após ter seu carro incendiado no reabastecimento.
E as palmas ainda mais sinceras quando outro brasileiro, Helio Castronneves, recebeu a bandeira quadriculada – pela terceira vez - por ter vencido a mais importante corrida de automóveis daquele país:
A Centésima edição das 500 milhas de Indianápolis teve um vencedor estrangeiro e nem por isto se ouviu vaias ou apupos.
Não se viu ninguém frustrado e nem xingando diante das câmeras.
Será que seria muito pedir aos torcedores tupiniquins que aprendessem um pouco daquilo que vimos antes, durante e depois da prova?
E aplicar aquilo a outro esporte que não o automobilismo? Será que dá?
Sinceramente, me deu uma inveja danada...
Parabéns ao Hélio.
Dizem que vencer lá equivale a um campeonato.
Se ninguém é realmente grande no automobilismo sem ter vencido Mônaco, Indianápolis ou Le Mans, então ele é três vezes grande.
Que fiquem os problemas para trás, que ao passado pertencem.

Leandro disse...

Foi uma volta por cima brilhante e emocionante!! É pra calar a boca de todo mundo que não acreditou nele.
Abraço

Leandrus disse...

(Que texto do Ron Groo, hein?)

Só não me arrependo de não ter visto a corrida pq eu realmente não poderia fazer isso, estava fazendo prova de tarde. Embora tenha ficado surpreso com tudo o que aconteceu com Helinho no julgamento, fico muito feliz com essa vitória dele, e admirado com a maneira que conseguiu se recuperar depois dos acontecimentos dos últimos meses; recuperação mental fantástica. E agora vou tentar de qualquer jeito ver o VT da corrida, rs

Ateh!

Silvio Peters disse...

Na verdade eu nem curto F-Indy mas o que ele fez foi sensacional!

Vinicius Grissi disse...

A história deste piloto realmente é muito interessante. Uma verdadeira volta por cima e esta vitória foi muito importante para ele.

Adolescencia !! disse...

Eh o ditado a esperança e a ultima q morre !!

abutre236 disse...

Foi muito emocionante ver o Helio disparando para a vítoria nas últimas 20 voltas, enquanto sua família rezava por ele. Gratificante foi perceber a simpatia que o público americano demonstrou por Hélio. Talvez ele seja mais conhecido e respeitado lá nos EUA do que aqui.

Vlw Spider-Man

J. C. David disse...

rapaz..que coisa não !!
concordo com o Luciano do Valle, daria para virar filme a história dele.

Agora vamos ser sinceros, se fosse no Brasil tod mundo falaria que a justiça isso, a justiça aquilo..etc..etc..