A caminho do mesmo fim

14:30 Net Esportes 8 Comments

Começou ontem, e vai durar por duas semanas, o segundo torneio Grand Slam de tênis, o mais charmoso de todos eles, Roland Garros, sempre cativante e sempre disputado sobre a boa e velha terra batida de Paris, o saibro sagrado francês que vê todos os anos os melhores tenistas mostrando seu melhor jogo, e que nos últimos três anos viu a mesma decisão na chave masculina, o mesmo fim que tem tudo para acontecer novamente em 2009.

Uma semifinal em 1996 foi o mais longe que conseguiu chegar Pete Sampras em Roland Garros, superado na ocasião por Yevgeny Kafelnikov, campeão daquela oportunidade, mas ficar sem o título francês não impediu que o norte-americano se tornasse o recordista em número de Grand Slam conquistados, com 14, marca que o suiço Roger Federer tenta igualar e superar até, mas vive a mesma sina de Sampras de não vencer no saibro, e ainda com mais uma pedra no sapato.

Federer tem 13 Grand Slam e foi muito mais longe que Sampras em Roland Garros, conseguiu chegar em três finais consecutivas, porém o adversário para seu desespero sempre foi o espanhol Rafael Nadal, hoje o número um e favoritíssimo ao título francês, 2006, 2007 e 2008, sendo que além disso ainda superou o suiço na grama de Wimbledon e no sintético australiano, mas perdeu recentemente para o grande rival em Madrid, torneio disputado no saibro, alegando um certo cansaço.

E Nadal pode ainda estar cansado, sofreu na estréia diante do brasileiro Marcos Daniel, porém sem perder nenhum set, e conseguindo a 29ª vitória seguida em Roland Garros sendo que jamais foi derrotado por lá, já Federer teve uma vitória muito mais fácil, em menos de uma hora de jogo, tudo indica que o mesmo fim pode novamente ocorrer, a não ser que alguém resolva se intrometer para estragar a festa, candidatos não faltam, mas também não faltaram e também não conseguiram nos últimos três anos. (Foto: Montagem sob fotos de Ryan Pierse e Matthew Stockman/Getty Images)

8 comentários:

Seu Zé disse...

Gostei muido to post, gosto do jeito que vc narra a estória esportiva, é coisa de quem tem realmente conhecimento, adoro tênis quando posso assisto as partidas na tv, nosso país está revelando muitas promessas torço muito por eles.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

Arthur Alves disse...

Nossa, eu gosto de tênis, apesar de não praticar, acompanho algumas vezes, quando tenho tempo, mas não sabia de informações tão precisas.

Será que o fim vai ser o mesmo de novo? Não sei...

Abraços,
Parabéns pelo blog!!!

Diego Rodrigo disse...

Roland Garros é muito fantástico, tênis de primeira, tudo indica que quem leva esse ano é Federer

Fênix Dualista disse...

Pelo visto a disputa vai ser acirrada.
O Guga contribuiu muito para popularizar o tênis, achei isso bem legal.

Mauro disse...

quase acreditei na derrota do nadal hj...

Alexandre Silva disse...

Alguém duvida q vai dar o msm fim?? Essa geração parece que só tem os 2.

Agora, é impressionante como o brasileiro só se interessa por aqui q ele tem chace de ganhar alguma coisa. Na época do Guga era febre, hj vc ñ vê ninguém além da ESPN falando de Roland Garros... Cadê aquela "mobilização" tenista que havia por aqui? Cadê os "novos Gugas"? Dps perguntam pq o esporte nunca se estabelece no país...

Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Vinicius Grissi disse...

Saudade dos bons tempos de Guga. Foi ali que ele se consagrou como o grande tenista do mundo.

Clecia Nunes disse...

Kd os novo'S Gugas...
?????
Não curto mto tenis... mas, enfim...teus post's ...são bem interessantes.