Goleada e fim de um tabu

18:04 Net Esportes 0 Comments

Após os 30min do segundo tempo, muitos dos 50 mil torcedores que lotaram o estádio Centenário, em Montevidéu, já estavam indo embora, enquanto isso o Uruguai ainda pressionava o Brasil e perdia gols incríveis, parando na trave e principalmente nas grandes defesas do 'paredão' Júlio César, isso quando a sorte não dava as caras e fazia a bola ir para fora de maneiras impressionantes, naquela altura do jogo o placar já estava definido, 4 a 0 para os visitantes.

A goleada foi de certa forma muito inesperada para o Brasil que adotava até um discurso de conseguir ao menos um empate, fora isso carregava consigo a sina de não conseguir derrotar o rival da final da Copa de 1950 em seu país há 33 anos, sendo que o último triunfo por lá havia sido um sofrido 2 a 1 no ano de 1976, fazendo com que qualquer 1 a 0 já fosse goleada, mas o Brasil entrou com vontade, e acabou fazendo muito mais do que isso.

Na declaração dos jogadores ao final do jogo ficou claro o que pediu o técino Dunga, mais pegada, que se resume em mais raça, mais vontade, algo que os uruguaios discursavam ter muito mais do que o Brasil antes de partida, os mesmos no entanto reconheciam que a Seleção Brasileira tinha mais técnica, assim o pedido de Dunga unindo essas duas coisas resultaria no bom resultado, talvez até na vitória, mas o que acabou ocorrendo foi mais do que isso, foi uma inesperada e agradável goleada.

O Brasil chegou à liderança provisória das Eliminatórias para a Copa 2010, mas aquele que pode lhe tirar a posição é justamente o próximo adversário, o Paraguai, de quem o Brasil perdeu jogando fora de casa, e que pode impedi-lo de conseguir duas vitórias seguidas pela primeira vez na disputa, mostrando porque é a melhor equipe sulamericana hoje, porém se houver a mesma pegada aliada à melhor técnica, o Brasil enfim fará o que todos os seus torcedores querem e torcem, e chegará assim com muita força na Copa das Confederações. (Foto: Miguel Rojo/AFP)

0 comentários: