Belíssima recuperação

09:35 Net Esportes 4 Comments

O que mais impressionou após o fracasso de Yelena Isinbaeva no Mundial de Berlim foi a atitude da atleta em suas declarações, onde dizia que era preciso se concentrar mais na competições e parar de pensar em outras coisas, as lágrimas de dor e decepção que percorriam seu lindo rosto comovia os fãs, mas ao mesmo tempo que se notava que aquele não era o fim de sua carreira, via-se também que a essa grande derrota servia para lhe fortalecer ainda mais, fazendo surgir ali uma verdadeira 'fome de recordes'.

Bi-campeã olímpica e bi-campeã mundial, a russa que já havia batido o recorde mundial do salto com vara por 26 vezes já é há muito tempo considerada a melhor da história na modalidade, porém nunca negou que seu grande objetivo é superar o recorde o mundial tantas vezes ou mais quanto Sergei Bubka, provando não ser a toa que treina com o mesmo técnico do até hoje recordista masculino dessa prova. Perder faz parte e fazer isso durar por apenas 11 dias é algo que só mesmo Isinbaeva poderia conseguir, a redenção e a belíssima recuperação vieram na Golden League.

Todos sabem que se algo está dando certo jamais se pode mudar, portanto Yelena Isinbaeva segue fazendo todo o seu misterioso ritual de concentração, o público presente no estádio em Zurique fica em silêncio e depois timidamente bate palmas, ela profere suas enigmáticas palavras como sempre mas quem se importa em saber o que diz diante daqueles lindos olhos que a atletas possui, a atenção e apreensão se tornam ainda mais eminentes durante o salto mas ela consegue passar para alegria de todos, 5,06m, novo recorde mundial, a consagração vira uma festa contagiante.

Yelena Isimbaeva mostrou em Berlim que estrelas podem fracassar em momentos cruciais, mas na Golden League elas provou que pode se recuperar rapidamente, e com ela ainda trouxe junto a amiga de todas as horas Fabiana Murer, que levou pra casa a medalha de bronze. Com 27 recordes mundiais e 27 anos de idade, o difícil é não imaginar que possa brilhar mais vezes em Mundiais e Olimpíadas, porém são todos planos para o futuro, pois o próximo objetivo acontece já na semana que vem, onde a musa russa luta pelo prêmio de US$ 1 milhão contra a norte-americana Sanya Richards, campeã de todas as provas de 400m rasos. (Foto: Getty Iames via site oficial da IAAF)

4 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Quem diria que a volta por cima viria assim tão rapidamente, hein?!

Loucos por F-1 disse...

Belíssima em todos os sentidos né!! hehehe

As vezes é preciso cair para crescer ainda mais e assim aconteceu com a linda Isinbaeva. Daqui pra frente ela deve decolar novamente.

Abraço!

Leandro Montianele

Gil disse...

Acho essa atleta aí maior gata. Fiquei com pena do que aconteceu com ela na época, mas a gata mostra que sabe dar a volta por cima, e isso a faz uma vencedora.

André Augusto disse...

Ela vai dar a volta por cima. É competende e muito humilde. Sempre torço por ela.