Nevasca foi a protagonista

08:54 Net Esportes 2 Comments

Alpine Skiing
A montanha de Whistler Creekside amanheceu encoberta por uma densa névoa que prejudicava muito a visão, a forte nevasca na região já era um motivo mais do que justo para cancelar uma prova de Salalom Gigante, mas a programação do Esqui Alpino em Vancouver 2010 está atrasada, a organização não exita e resolve realizar a disputa assim mesmo, e assim acaba cometendo um grande erro que prejudicou demais as competidoras, não incluindo claro a austríaca Elizabeth Goergl ou a francesa Tainá Barioz, que fizeram os melhores tempos, mas sim os grandes nomes, as grandes favoritas.

Haviam 86 esquiadoras inscritas para descer a montanha duas vezes, mas muitas ficaram pelo caminho logo em sua primeira tentativa, como por exemplo a brasileira Maya Harrisson, de apenas 17 anos e estreante em Jogos Olímpicos, a inexperiência não era o problema e sim a pista e a nevasca, que acabaram vendo a continuação do drama da musa Lindsey Vonn, ouro no Downhill e bronze no Super G, a norte-americana caiu no Combinado e o mesmo aconteceu nesta prova do Slalom Gigante, foi parar na rede de proteção e teve que receber atendimento médico, nesse momento a organização erra mais uma vez, e prejudica a compatriota de Vonn.

Sem saber da queda feia de Lindsey, Julia Mancuso largou logo em seguida, mas quando fazia sua descida teve que parar porque não havia condições de passar no local onde Vonn era atendida, teve que protestar e até ganhou o direito de fazer uma nova tentativa, mas já era tarde demais, a pista ficou mais destruída nesse meio tempo e Mancuso perdeu pelo menos um segundo em sua descida, a atual campeã olímpica do Slalom Gigante praticamente encerrou suas chances de repetir a medalha de ouro, na entrevista coletiva Lindsey Vonn declarou que havia "destruído" a prova de Julia Mancuso.
Alpine Skiing
Com 1s30 de desvantagem, Julia Mancuso desabou no chão após sua descida e não conseguiu segurar o choro, um choro de tristeza e lamento de uma atleta que deu uma grande volta por cima na Olimpíadas de Vancouver conquistando duas medalhas de prata após ter sido 'esquecida' pelo seu país, no final do dia a organização finalmente decidiu adiar a segunda descida para o dia seguinte, um dia em Julia fará de tudo para tentar se recuperar do grande pesadelo que a nevasca proporcionou no Slalom Gigante, e quem sabe ser ela a protagonista de um milagre, um feito que é praticamente impossível, mas qual grande sonho não é no mínimo impossível? (Fotos: ZumaPress via PicApp)

2 comentários:

Leandro disse...

De vez em quando assisto algumas provas das Olimpíadas de Inverno. É interessante, nunca tinha acompanhado muito. Agora, por ser no inverno, está sujeito as péssimas condições do tempo, a organização não deveria cometer esses deslizes o que acaba prejudicando não as atletas, mas ao espetáculo como um todo.
Abraço

Vinicius Grissi disse...

Continua "quente" as Olimpíadas de Inverno. Putz! Que trocadilho horrível.

Bacana a galeria de fotos que você está utilizando. O Net Esportes sempre inovando e ganhando em qualidade.