Argentina e Brasil campeões

18:11 Net Esportes 4 Comments

Inter Milan's captain Zanetti lifts the trophy following his team's Champions League final soccer match victory against Bayern Munich in Madrid
A sede é a cidade de Milão e o time é italiano, mas seu nome é Internazionale e no mundo globalizado é quem faz jus a essa forma como ele é conhecido, o plantel não deixa de ter jogadores da Itália como Materazzi e Balotelli, mas a maioria e principalmente os títulares são estrangeiros, naquele que talvez seja o time mais internacional do planeta literalmente falando, um time onde predominam brasileiros e argentinos, atuando juntos, se entendo dentro de campo e jogando muito futebol, o goleiro Júlio César defendendo tudo lá atrás, o atacante Diego Milito resolvendo tudo la na frente, Argentina e Brasil campeões lado a lado, é a Inter campeã da Champions League após 45 anos de espera.

A diversidade de nacionalidades do time da Inter dentro de campo vai além de Argentina e Brasil, vai além de Zanetti e Maicon, vai além de Samuel e Lúcio, pois tem também o camaronense Samuel Eto'o, o holandês Sneijder, o romeno Chivu e até Goran Pandev da Mecedônia, todos unidos por um só ideal, todos com o objetivo de levar o título da maior competição de clubes do planeta, e todos sob o comando de um outro estrangeiro, o técnico português José Mourinho, que já havia faturado o mesmo campeonato quando foi treinador do Porto em 2004, e que repete o feito dando a Inter seu terceiro título em toda a história, o 12º para o futebol italiano que se igualou ao futebol espanhol.

Antes que o juiz apitasse o final da partida, a torcedora alemã ia às lágrimas na arquibancada do estádio Santiago Bernabéu, em Madri, que foi o grande palco da decisão entre o time da italiano e muito internacional da Inter contra os alemães do Bayern de Munique, ela talvez não estava lá na final da Copa de 1982 quando Alemanha e Itália se enfrentarão mas pôde ver uma certa reedição do confronto no mesmo local, sendo que na época os italianos decidiram mas desta vez foi a vez dos estrangeiros, Júlio César com defesas importantes como no chute de Robben por exemplo, e Milito fazendo os dois gols da partida, sendo o primeiro uma pintura e o segundo uma grande e sensacional jogado individual do craque que deve brilhar muito na Copa.
Inter Milan's Milito scores a goal during their Champions League final soccer match against Bayern Munich in Madrid
A festa é azul na Espanha e principalmente na Itália que não se importa em torcer para jogadores de outros países, e depois que a alemã chorou a derrota foi a vez da italiana ir às lágrimas e soltar o seu choro compulsivo de emoção durante a entrega do troféu, ninguém mais aguentava tantos anos sem conquistar esse tão importante título e ele acabou vindo de uma maneira muito especial, pois a equipe já havia faturado também a Taça da Itália e também o Campeonato Italiano, levando o que eles chamam de Triplete, ou Tríplice Coroa, e em todos os jogos decisivos vendo seu artilheiro Milito balançar as redes e garantir a taça, a taça do time mais internacional do planeta. (Fotos: Kai Pfaffenbach /Reuters via PicApp)

4 comentários:

FilipeJMS disse...

Conquistar a tríplice coroa é para poucos, Mourinho merece todos os parabéns pelo ano da Inter. Agora chega, cada um para o seu lado e vamos começar a Copa!

Ron Groo disse...

Eu achei um jogo horrível. Sem graça, sem emoção... O Bayer parecia desinteressado da coisa.
Talvez tenha sido excesso de expectativa, mas não gostei mesmo.

Apesar de ter sido no sabado a tarde, diferentemente das outras vezes que era durante a semana, eu não consegui assistir ao jogo, uma pena vc perder um espetácul épico desse que entra pra história do futebol.

Diego Milito parece que acabaou com o jogo e está com fome de Copa do Mundo.

Mais a Inter mereceu levar o caneco, pois derrubou equipe melhores durante a competição, estava com mais gana de ser campeã demonstarda pelos brasileiros e argemtinos durante a champions.

Parabéns aos jogadores brasileiros e ao Mourinhu.

Leandro disse...

Foi um bom jogo. A Inter jogou exatamente do jeito queria, se defendendo bem e saindo com eficiência nos contra-ataques.
E o Milito foi muito bem não só nesse jogo, como ao longo da temporada, garantindo a Tríplice Coroa para a Inter.