O melhor da locução esportiva

13:51 Net Esportes 1 Comments

circa 1965:  Full-length portrait of Boston Red Sox outfielder Carl 'Yaz' Yastrzemski in uniform, leaning on a baseball bat, 1960s.  (Photo by Hulton Archive/Getty Images)
Quem nunca preferiu um canal de TV a outro por achar que a locução do evento esportivo seria melhor ou mais apreciada por seus ouvidos? Quem nunca se emocionou ouvindo um gol do seu time em uma locução frenética dos rádios? O esporte quando visto de perto, ao vivo, é bem melhor do que pela TV, Rádio e hoje em dia até a Internet, mas não da para negar o quanto os acontecimentos ficam eternizados quando ganha uma narração bonita e bem feita pelos profissionais especializados na tradução em palavras de tudo o que está acontecendo. Desta forma a CNN Sports Illustrated resolveu fazer mais uma de suas sempre interessantes listas trazendo 32 momentos, ou frases marcantes, da locução esportiva mundial. A prioridade claro foi totalmente para os eventos que ocorrem nos EUA e narrados em inglês, mesmo assim não deixa de chamar a atenção.

Um dos detalhes da lista é que ela traz momentos que foram marcantes e emocionantes na história do esporte mundial. A posição 32 por exemplo fala sobre a final do basquete universitário de 1992, onde uma cesta nos último segundos definiu o campeão. O locutor se resumiu em dizer algo como - "Passe para Laettner. Cesta, Sim!". O narrador estava pouca coisa menos empolgado que o narrador da posição 31, outro jogo de basquete em que nos segundos finais os dois times erraram seus arremessos e o locutor só conseguiu soltar a frase - "O chinelo ainda cabe!". A posição 30 é sobre uma briga no hóquei onde um dos jogadores caiu após levar um soco do rival, dentre um mundo de palavras o narrador soltou - "Você vive pela espada, você está apto a morrer por ela.". E na 29ª colocação o rádio se fazendo presente, home run de Yastrzemski contra o Yankees e delírio do locutor após o ouvinte ouvir até o som do taco batendo na bolinha.

A posição 28 traz o Futebol Americano e seus milagres, Mike Keith faz qualquer amante da bola oval se arrepiar enquanto o comentarista diz - "Ele pegou, ele pegou" repetidamente ele encerra com - "End zone! Touchdown! Não há bandeiras no campo. É um milagre!. A posição 27 por sua vez traz o beisebol de volta, Kirby Puckett faz um home run para o Twins que força o jogo sete da World Series de 1991, e vendo a bolinha ir para a arquibancada o narrador Jack Buck se resumiu em dizer - "Nos vemos amanhã à noite.". O basquete da NBA aparece na 22ª posição e com ninguém menos que Michael Jordan em um jogo de 1991, o narrador é Marv Albert, um dos mais respeitados dos Estados Unidos que após ver um linda jogada do melhor da história solta - "Oh! Uma jogada espetacular de Michael Jordan!", uma frase bem comum para qualquer narrador segundo a CNN, mas que soou como música na voz de Albert.

Nas Olimpíadas de Pequim 2008 o narrador brasileiro Galvão Bueno fez questão de transmitir cada uma das provas disputadas por Michael Phelps, ele se resumia em dizer algo como "É prata, é ouro, é prata .... não, é ouro" quando a disputa era acirrada. Mas nem de longe chegou a emoção que conseguiu Dan Hicks, o locutor que na transmissão tinha certeza que seu país ia perder a prova do revezamento 4x100m livres e mandar o sonho de ganhar oito ouros de Phelps literalmente por água abaixo, mas Jason Lezak nos últimos metros consegue a vitória e o narrador não poderia deixar de soltar um "Inacreditável" dos mais inacreditáveis mesmo de todos os tempos, lhe rendendo a 18ª posição. E se alguém pensou que o futebol não ia entrar na lista acabou se enganando, pois eles não esqueceram da histórica final da Copa do Mundo de 1966.
30th July 1966:  A German shot passing English goalkeeper Gordon Banks during the 1966 World Cup final at Wembly which England won 4-2.  (Photo by Hulton Archive/Getty Images)
A Alemanha já se vingou dos ingleses na Copa do Mundo deste ano na África do Sul, mas em 1966 com um gol irregular onde a bola bateu no travessão e na linha do gol a Ingleterra ficou com o título. Kenneth Wolstenholme, o narrador convicto de que não tinha sido gol, disse - "Eles acham que está tudo acabado. É agora" bem no momento em que o placar era ampliado. Na posição 14 alguém grita durante a narração dos 10000 metros da Olimpíadas de 1964 e na 13 a cesta de Michael Jordan contra o Utah Jazz em 1998 fez Bob Costas antecipar a história e dizer - "Isso pode ter sido a última foto de Michael Jordan que nunca se repetirá na NBA. ... Se essa é a última imagem de Michael Jordan, quão magnífico é isso?" De fato foi a última imagem do espetacular jogador com a camisa do Chicago Bulls pelo menos, pois depois disso ele só voltou a jogar pelo Washington Wizards.

A lista segue e parece não acabar nunca, traz mais beisebol, mais basquete e até golf na oitava colocação. A narração do golf é sempre contida mas Tiger Woods com uma jogada de muito longe onde a bolinha chega a parar entes de cair no buraco faz Verne Lundquist perder a linha - "Oh meu Deus! Em sua vida, você já viu algo assim?" diz ele. O gol de Maradona na Copa de 1986 está em sétimo lugar na voz de Victor Hugo Morales, O Belmont Stakes de 1973 fez Chic Anderson se referir ao cavalo Secretariat como uma "máquina enorme" e ficou em sexto lugar, enquanto que a luta entre George Foreman e Joe Frazier fez Howard Cosell dar uma de Galvão e ficar repetindo "Caiu Frazier, caiu Frazier, caiu Frazier" conseguindo a terceira colocação. Abaixo seguem alguns videos de alguns do momentos descritos, a lista completa inclusive com a primeira posição pode ser vista neste link. (Fotos: Hulton Archive/Getty Images via PicApp)









1 comentários:

Com certeza é mais uma de suas sempre interessantes listas que a CNN Sports Illustrated fez dos 32 momentos, ou frases marcantes, da locução esportiva....

Aki no Brasil, pra mim, na TV o mestre se chama Silvio Luiz, ele eh Rei, n gosto do Gavião Bueno....

Na rádio, o Garotinho, José carlos Araújo é o melhor.