Bela vitória no belíssimo palco

11:35 Net Esportes 0 Comments

A man holds up a $300 ticket for sale for Game 1 of Major League Baseball's World Series featuring the San Francisco Giants against the Texas Rangers outside the ball park in San Francisco, October 27, 2010. REUTERS/Mike Blake (UNITED STATES - Tags: SPORT BASEBALL)
A princípio parece esquisito, o estádio AT&T Park da a impressão que foi cortado em um de seus lados, que está com uma parte faltando. Porque será que ele foi contruído bem na beira da água? Bem na beira da baía de São Francisco? A resposta para isso vem quando vemos a casa do San Francisco Giants do alto, uma imagem aéra que se revela como uma das vistas mais belas que se poderia ter na noite de uma terça-feira qualquer, ou uma terça-feira muito especial, mais um dia que entra para a história porque é dia do primeiro jogo da World Series. A grande garrafa da Coca-Cola continua no mesmo lugar que estava quando em 2002 o local também teve a honra de sediar as finais da MLB. Naquela ocasião o time que foi campeão pela última vez em 1954 amargou derrota na série diante do Anaheim Angels, só que desta vez porém o seu destino pode ser muito diferente.

A bandeira dos Estados Unidos se abre sobre o campo enquanto dezenas de barcos estão na água à espera de alguma bolinha que pode sair do estádio através de um incrível home run. John Legend deixa a torcida ainda mais emocionada ao cantar o hino nacional depois que Tony Bennett já havia feito o seu show e ainda voltaria na sétima entrada para interpretar God Bless America. Naquela altura do jogo não havia mais o drama que houve nas duas primeiras entradas. O Texas Rangers jamais havia chegado na grande decisão do beisebol norte-americano, marcou uma corrida no primeiro inning e ampliou no seguinte. As coisas estavam excelentes principalmente porque eles tinham Clif Lee no arremesso, ledo engano ou confiança em excesso.

Nas arquibancadas quem aplaude é Barry Bonds, o ex-jogador do Giants e recordista de home runs na história. Seu feito leva um asterisco por suspeita de doping mas sua alegria de ver a incrível reação do San Francisco na terceira e quinta entrada jamais poderá ser questionada. Renteria e Torres empatam a partida e o público vai ao delírio, mais tarde as coisas ficaríam ainda melhores. Cliff Lee jamais havia perdido um jogo de pós temporada, eram sete vitórias em sete jogos, mas ele vai do céu ao inferno em pouco tempo. Quatro rebatidas, um walk e três corridas para a equipe que a pouco tempo atrás de bom só tinha visto a performance de Bennett com o microfone. Ron Washington entra no campo, tira o ex-sólido Lee e liga para o Bullpen acionando Darren O'Day. O resultado foi um home run de Juan Uribe que não foi para a água mas colocou o placar em 8 a 2 de virada.
The U.S. flag is displayed on the field before Game 1 of Major League Baseball's World Series featuring the Texas Rangers against the San Francisco Giants in San Francisco, October 27, 2010.  REUTERS/Kimberly White (UNITED STATES - Tags: SPORT BASEBALL IMAGES OF THE DAY)
O nervosismo por estar em uma decisão de campeonato pode ter feito a diferença. Isso porque as duas equipes abusaram dos erros; Não pegando bolas fáceis, errando retornos para o home plate ou ainda ficando em dúvida nas jogadas mais fáceis. Esses fatores explicam também o placar alto que acabou terminando em 11 a 7 para o San Francisco Giants. Conseguir uma vitória inicial ainda mais contra Clif Lee é algo muito significativo, mas é apenas o primeiro jogo da World Series. Muita coisa ainda vai acontecer e só quem vencer quatro partidas poderá ter o direito de dizer que é campeão da maior liga de beisebol do planeta. O Texas Rangers ainda tem esperança de fazer isso pela primeira vez na história, o San Francisco Giants quer fazer isso pela sexta vez e pela primeira vez depois que saiu de Nova York. 1954 já faz muito tempo e o primeiro passo já foi dado, já o segundo quem sabe seja nesta noite, novamente no AT&T Park, na beira da água, um lugar belíssimo que fica ainda mais bonito em noite de World Series. (Fotos: Mike Blake/Reuters e Kimberly White/Reuters via PicApp)

0 comentários: