Não existe motivos para pânico

15:25 Net Esportes 1 Comments

Dwyane Wade, Chris Bosh e LeBron James do Miami Heat durante terceiro quarto do primeiro jogo da NBA contra o Boston Celtics em Boston, Massachusetts October 26, 2010.  REUTERS/Adam Hunger  (UNITED STATES - Tags: ESPORTE BASQUETE IMAGES OF THE DAY)
Fim da ansiedade, da expectativa e do jejum sem ver o melhor basquete do planeta. A bola sobe, o jogo começa e os primeiros dois pontos são dele mesmo, LeBron James, o jogador que deixou o Cleveland Cavaliers para tentar conseguir no Miami Heat o que jamais conseguiu no clube pelo qual foi draftado em 2004. E desta vez (pelo menos no papel) as coisas parecem não serem tão difíceis quanto eram, pelo simples fato que ele se junta a Dwyane Wade e Chris Bosh, formando um trio visto por especialistas como um dos mais forte e com uitas chances de chegar na grande final. O problema é que tendo tanto status eles acabaram sendo escalados para fazerem o jogo de estreia da temporada, sorte que não era contra os atuais campeões, azar do mesmo jeito porque era contra os vice-campeões.

Pior do que enfrentar logo de cara o Boston Celtics é fazer isso no TD Garden, a casa do time que mais vezes foi campeão em toda a história da Liga. LeBron James faz os primeiros dois pontos do jogo, os primeiros dois pontos da nova temporada, mas isso pouco importa; O Boston ainda tem Kevin Garnett, ainda tem Paul Pierce, Ray Allen e o indispensável Rajon Rondo, um quarteto que ganhou pelo menos um título nos últimos três anos. Isso talvez não basta para uma equipe acostumada a vencer, eles precisam de mais, eles precisam não perder para o Los Angeles Lakers em uma final. Talvez por isso uma contratação de peso, literalmente de peso, Shaquille O'Neal efetua duas enterradas mostruosas e da início à reação do Celtics. Na noite da estréia eles não iriam perder como perderam o último jogo da temporada passada.

Será que LeBron James seguirá a sua sina de nunca ser campeão da NBA? Um jogo não basta para que se chegue a esta conclusão, principalmente um jogo contra um time como o Boston Celtics, uma equipe que joga mais no coletivo do que na individualidade e que é muito bem treinada por Doc Rivers. No entanto é possível chegar a uma conclusão: o trio de ferro do Miami Heat não funcionou nessa primeira partida. LeBron fez o que fazia no Cavaliers, jogou tudo que pode, terminou como cestinha do jogo marcando 31 pontos e comandou a equipe. Só que seus companheiros não fizeram suas partes, Wade terminou com apenas 13 pontos, acertando somente 25% de dos seus arremessos enquanto que Chris Bosh conseguiu ser pior, não passando de oito pontos.
Miami Heat LeBron James durante segundo quarto do primeiro jogo da NBA contra o Boston Celtics em Boston, Massachusetts October 26, 2010.   REUTERS/Adam Hunger  (UNITED STATES - Tags: SPORT BASKETBALL IMAGES OF THE DAY)
O Miami Heat, o badalado time, a equipe que conta com três grandes estrelas da NBA que chegaram para serem campeões começou a temporada com uma derrota. Assusta mas nem de longe existe motivos para entrar em pânico. O jogo era contra um dos maiores da história e na casa do adversário, LeBron James jogou bem e seus novos aliados muito provavelmente estão longe de sua melhor forma física, Dwyane Wade então nem jogou a pré-temporada e era dúvida para o jogo de estreia. Provavelmente grandes movimentações financeiras fizeram ele estar de qualquer jeito dentro de quadra na noite de ontem. O Miami Heat vai melhorar, vai para os playoffs e pode até chegar na decisão. Ser campeão é que é uma outra história, mesmo porque além do Boston Celtics tem o Los Angeles Lakers, que venceu o Houston Rockets e quer muito o terceiro título seguido, esse sim causa pânico em qualquer adversário. (Fotos: Adam Hunger/Reuters via PicApp)

1 comentários:

Letícia disse...

Bacana seu blog

Não sou muito de acompanhar esportes
Mas você escreve bem....

gostei do layout do blog tbém

visitas são aceitas

http://leticiaturtle.blogspot.com/2010/10/como-se-fosse-chocolate.html