Um prêmio de muita importância

14:28 Net Esportes 0 Comments

NEW YORK, NY - NOVEMBER 30: Sportsman of the Year Drew Brees of the New Orleans Saints speaks during the 2010 Sports Illustrated Sportsman of the Year Celebration at IAC Building on November 30, 2010 in New York City. (Photo by Jemal Countess/Getty Images)
Como medir a importância de alguma coisa? Respeito, credibilidade, atenção mundial e repercursão são fatores únicos, muito relevantes sem dúvida. Mas e a história? Será que uma história de 56 anos pode fazer a diferença? Ninguém deve duvidar da importância que tem a Sports Illustrated no mundo, principalmente com relação ao esporte. Um prêmio anual oferecido todos os anos entregue justamente por aquela que é uma das maiores empresas de comunicação voltada para o esporte então nem deixa dúvidas se é importante ou não, mesmo assim se alguém ousar duvidar lá estará a história para provar o contrário e fazer com o que os poucos relutantes mudem de opinião. O Sportsman of the Year é entregue desde 1954, e não tem como não ser uma das maiores honras que um atleta pode ter como reconhecimento de um feito brilhante de toda a sua carreira.

Hoje em dia muitos podem correr uma milha em menos de quatro minutos, em 1954 era possível afirmar categoricamente que este feito seria impossível de se fazer. Menos para Roger Bannister, o corredor britânico que marcou o tempo de 3min58s08, uma marca que lhe rendeu glórias, como o primeiro prêmio de Sportsman of the Year dado pela Sports Illustrated. A história registra os fatos e nunca esquece dos maiores, como Arnold Palmer, o jogador de golfe que em 1960 mostrou ao mundo esse esporte em sua excência pura. E o que dizer então do vencedor deste prêmio no ano de 1967, Carl Yastrzemski fazia milagres para manter vivas as esperanças do Boston Red Sox na MLB, o jogador liderava a equipe e comandava viradas espetaculares no placar. Foi mais um dos grandes gênios do esporte, só lhe faltou a merecida vitória na World Series.

O ano de 1967 não premiou um campeão mas no ano seguinte sim, Bill Russell, um dos maiores jogadores da história do Boston Celtics foi condecorado. Já em 1973 a consagração que já tinha uma grande história chegava à Fórmula 1, premiando o grande campeão daquele ano que foi Jackie Stewart. No ano seguinte foi a vez do boxe com Muhammad Ali, e o tênis feminino também foi agraciado na mesma década, quando Chris Evert venceu em 1976. Grandes lendas do esporte não poderiam ficar de fora, Jack Nicklaus ganhou em 1978, Sugar Ray Leonard ganhou em 1981 e Kareem Abdul-Jabbar foi o grande vencedor de 1985. São 56 anos de história e muitos nomes cravados nela, o ciclista Greg LeMond vence em 1989, Joe Montana em 1990 e Michael Jordan em 1991. Arthur Ashe, Tiger Woods e Lance Armstrong não poderiam ficar de fora e venceram também.
NEW YORK, NY - NOVEMBER 30: Sportsman of the Year Drew Brees of the New Orleans Saints and Brittany Brees attend the 2010 Sports Illustrated Sportsman of the Year Celebration at IAC Building on November 30, 2010 in New York City. (Photo by Jemal Countess/Getty Images)
A importância do prêmio já foi comprovada, mas o que da para perceber também é que ela cresceu muito ao longo dos anos. Duplas de atletas como David Robinson e Tim Duncan em 2003 ou times inteiros como a Seleção de futebol feminino em 1999 ou o Boston Red Sox de 2004 também foram premiados. Michael Phelps levou em 2008 e Derek Jeter foi o campeão de 2009. A festa de 2010 por sua vez aconteceu na noite desta última terça-feira, em Nova York. Muitos atletas vencedores do prêmio estavam presentes, para deixarem a noite ainda mais brilhante, ainda mais importante e ainda mais inesquecível para o 56º vencedor de todos os tempos. Mais um atleta que entra para o Hall da Fama deste prêmio, o quarterback do New Orleans Saints Drew Brees, o jogador que superou lesões e levou a cidade que superou a destruição de um furacão para vencer o Super Bowl, não havia como ser mais merecedor da honra. (Fotos: Jemal Countess/Getty Images via PicApp)

0 comentários: