Áustria domina o esqui alpino

16:36 Net Esportes 4 Comments

Sölden em outubro, Semmering em dezembro, Zauchensee seguida por Flachau em janeiro, além também de Schladming e Kitzbühel. Todas essas cidades ou vilarejos tem algo em comum além de ficarem todas na Áustria, elas são frias, geladas e possuem imensas estações de esqui prontas para receberem etapas da Copa do Mundo todos os anos. E um um país que acolhe de maneira tão grande um dos principais esportes de inverno não poderia deixar de ter grandes praticantes dessa modalidade onde só os mais corajosos se aventuram descendo montanha abaixo. Desde Karl Schranz até Stephan Eberharter, sem falar na lenda viva Hermann Maier, e sem esquecer também do feminino, da célebre Annemarie Pröll, passando por Petra Kronberger e chegando até os dias atuais com Renate Götschl, Michaela Dorfmeister e Nicole Hosp.

História, assim pode ser resumido tudo que os esquiadores da Áustria fizeram ao longo dos últimos 43 anos pelo menos. Só de títulos no geral da Copa do Mundo de esqui alpino foram nada a menos que 24, sendo nove no masculino e 15 no feminino. Hermann Maier é o grande herói tendo sido campeão quatro vezes, empatando com Pirmin Zurbriggen da Suiça e Gustav Thöni da Itália, e ficando a apenas um de Marc Girardelli de Luxemburgo. Já no feminino o domínio é absoluto, Annemarie Moser-Pröll foi campeã seis vezes, levando também sete título no Downhill, já na segunda colocação aparece outra austríaca, Petra Kronberger, que levantou a taça principal em três oportunidades. E além de Pröll no Downhill feminino, os homens também dominam em títulos por modalidade, onde Franz Klammer ganhou cinco Downhill e Maier levou cinco Super G.

Franz Klammer detém também o recorde de 25 vitórias em Downhill e Hermann Maier tem um total de 24 vitórias em Super G. No feminino mais monopólio, Annemarie Moser-Pröll e Renate Götschl com 36 e 24 vitórias em Downhill. Götschl lidera em Super G e Pröll ainda aparece entre as três primeiras do Giant Slalom e Combinado. As coisas ficam ainda mais impressionantes quando os números são somados, e acabam resultando em 760 vitórias da Áustria em todos os tempos, sendo 426 no masculino e 334 no feminino. O amplo domínio pode ser comprovado quando vemos o total de vitórias do país posicionado em segundo lugar, a Suiça, que triunfou 520 vezes. Atletas do passado que escreveram a história, os recordes, e atletas da atualidade, que continuam mantendo a Áustria no topo.

Georg Streitberger lidera o Super G da Copa do Mundo 2011. Sete austríacos já venceram no masculino esse ano, além de outras cinco vitórias no feminino, todas com Marlies Schild. As coisas já foram bem melhores e assim nem o maior especialista poderia prever que no Campeonato Mundial de esqui alpino, realizado esse ano em Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, o mundo iria ver a Áustria voltar aos bons tempos de grandes vitórias. Não com Hannes Reichelt ou Philipp Schörghofer, que pelo menos ficaram no pódio, mas tudo no feminino com Elisabeth Görgl, a campeã do Downhill e do Super G, ou com Anna Fenninger que levou o Super Combinado, e ainda com a atual rainha do Slalom, Marlies Schild, que faturou a última prova e ainda trouxe a compatriota Kathrin Zettel ao pódio com um segundo lugar. No lugar que os austríacos e austríacas mais gostam de estar, dominando seu esporte favorito.

4 comentários:

Furdunço disse...

esporte rustico,me agrada bastante

Nathacha disse...

Parbéns pelo blog de esportes! Super informativo , variado ,realmente fiquei impressionada!
Gostei muito da postagem sobre a copa do mundo de esqui alpino
http://www.medicinepractises.blogspot.com/

Jean Francisco disse...

Pois é parceiro, não sei se você se recorda, mas na sua última postagem sobre o Esqui Alpino, apostei minhas fichas na Alemanha e em Riesch, me dei mal...A garotinha de 21 aninhos surpreendeu as favoritas! Parabéns Fenninger, beleza e competência combinadas.
Forte abraço, irmãozinho!
Jean Francisco
esportday.blogspot.com

Net Esportes disse...

@Jean: Eu lembro sim Jean, mas o que eu acho é que a Riesch se poupou um pouco nesse Mundial talvez pensando na Copa do Mundo .... E concordo plenamente quando a Fenninger, uma belezura mesmo sem dúvida !!!!!