Politicagem do futebol brasileiro

13:58 Net Esportes 24 Comments

Nos Estados Unidos, tanto a NFL quanto a NBA correm riscos de não terem a próxima temporada, tudo por conta de um não acordo entre dirigentes e jogadores, sendo que o principal motivo da discórdia e mais ou menos dinheiro para lá e para cá. No fundo é sempre uma questão de grana, os interesses financeiros estão sempre acima dos interesses esportivos. E esse tipo de problema não é exclusividade das ligas americanas, já que no Brasil do tão idolatrado futebol acontece a mesma coisa. Em pauta está o direito de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol dos anos de 2012, 2013 e 2014, nos bastidores estão os interesses de duas entidades, que sofrem com a politicagem e podem causar uma divisão entre os clubes jamais vistas.

O impasse que surge baseado nos interesses da CBF e dos Clube dos 13 mostra bem porque certas coisas aconteceram desde o ano passado. Está mais do que óbvio o motivo pelo qual o estádio do Morumbi foi excluído da Copa de 2014, está mais do que claro para todos porque depois de negar tantas vezes a CBF resolve simplesmente reconhecer o título de campeão brasileiro de 1987 ao Flamengo. Os tais interesses são os mesmos que fizeram a entidade reconhecer campeões nacionais antes do ano de 1971 como campeões brasileiros também, fazendo com que o Palmeiras tivesse dois títulos brasileiros no mesmo ano, um absurdo dos mais bizarros que poderiam ter sido feitos com o futebol brasileiro.

Ricardo Teixeira, o presidente da CBF, só fez tudo isso porque o seu candidato à presidência do Clube dos 13 nos ano passado perdeu a eleição para Fábio Koff, apoiado por Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo Futebol Clube e mais alguns clubes, incluindo o Flamengo. Isso levou a saída do Morumbi da Copa de 2014 e a manutenção do Sport como único campeão brasileiro de 1987, mas não causou briga entre o clube paulista e o carioca. Assim, na proximidade da escolha sobre quem irá transmitir o campeonato do ano que vem em diante e também devido à entrega da Taça de Bolinhas ao tricolor paulista, a CBF resolveu agir de outra maneira reconhecendo o Flamengo como campeão de 1987, tudo para ter mais aliados na tentativa de que a Rede Globo vença a concorrência pelo direitos de transmissão.

O valor pago atualmente pela Globo para transmitir o campeonato nacional é bem menor que o mínimo de R$ 500 milhões já estipulado pelo Clube dos 13, que vai exigir um valor extra ainda caso haja interesse em trasmitir partidas para o Estado em que elas estejam acontecendo. Isso acabará sendo necessário em um campeonato de pontos corridos, principalmente em sua reta final. A Rede Globo não tem interesse em pagar tanto a mais e chega até a dizer que nem irá enviar uma proposta até o dia 11 de março quando o impasse será definido, a emissora tem apoio da própria CBF que é contra o Clube dos 13 e também dos quatro clubes cariocas mais um clube paulista que não é São Paulo, Santos e nem Palmeiras. O grande detalhe na questão toda é saber ao certo porque a CBF e alguns clubes querem ficar do lado da Rede Globo.

Não é só para acabar com o Clube dos 13, os interesses e as politicagens que envolvem o futebol brasileiro vão muito mais além do que isso. Ricardo Teixeira está no comando desde 1989, mais do que ficou João Havelange. E nesse tempo todo ele ganhou muito dinheiro, tendo inclusive enfrentado duas CPIs, escapando de ambas. Talvez a Rede Globo tenha ajudado Ricardo Teixeira nesse tempo todo, mesmo porque a emissora tem inúmeros privilégios principalmente quando se trata de Seleção Brasileira, conseguindo entrevistas exclusivas, que quando negadas pelo técnico (caso de Dunga na Copa de 2010) podem levar o treinador à receber ordens diretas de Ricardo Teixeira para liberar os jogadores que a Globo quer. A negativa de uma entrevista no final de um jogo por exemplo causou a queda de Wanderley Luxemburgo da Seleção Brasileira.

Assim da para entender bem porque a CBF está do lado da Globo, é medo, a Rede Globo pode derrubar Ricardo Teixeira do poder quando quiser, prejudicando imensamente seu desejo de ser presidente da FIFA um dia. O time paulista vai junto porque quer ter um estádio na Copa de 2014, aumenta ainda mais a politicagem suja do futebol nacional que tirou o Morumbi da Copa de 2014. Os clubes cariocas e o Coritiba além do Palmeiras e talvez o Santos manifestaram interesse de sair do clube dos 13 também (eles tiveram seus títulos nacionais reconhecidos pela CBF). Todos acham que irão conseguir negociar os direitos de transmissão separadamente com a Rede Globo, visando ganhar mais dinheiro do que ganhariam normalmente. Isso dificilmente irá ocorrer, pois a Rede Record está disposta a pagar muito para transmitir o campeonato brasileiro, e aí eles correrão de volta ao C13 ou um grande racha pode ocorrer, colocando em risco o campeonato assim como está em risco a NBA e a NFL. A esperançla que fica é a de que o dinheiro que movimentam e o interesse do público faça com que essas disputas não deixem de acontecer devido à tudo isso que está acontecendo, o esporte só perderia nesse caso.

24 comentários:

Ron Groo disse...

Já que virou circo, se fosse presidente do Santos ou do Palmeiras, entraria na Justiça comum pleiteando também a taça (horrorosa) das bolinhas. Afinal quando reconheceu os titulos destes dois clubes fez deles, automaticamente, os primeiros penta campeões.
Só pra ver o circo pegar fogo.
E é por estas e outras que não acompanho tanto o futebol.

Net Esportes disse...

@Ron Groo: É verdade Groo, o Santos inclusive ganhou cinco títulos seguidos entre 1960 e 1965 ... foi o primeiro pentacampeão segundo a própria CBF que os reconheceu desta forma ..... isso só reflete o tamanho da palhaçada que a CBF fez por causa de seus interesses políticos ....

Jean Francisco disse...

Na realidade, Ricardo Teixeira acabou criando uma cisão entre os clubes dos 13 e os dois gigantes do futebol brasileiro: São Paulo e Flamengo. Concordo que a grana sempre vai estar presente em esportes de grande porte, agora, nesse caso específico, além de grana, existe interesses de vários níveis envolvidos. Ainda tem muita água pra rolar.
Abs, parceiro.
Jean Francisco
esportday.blogspot.com

Patrick Araújo disse...

Eu pensava que a Record iria reagir mais a altura contra Rede Globo. Até agora não vimos nehuma posição sobre o assunto ou nota oficial e tal...

Penso que isso deve ter intervenção do CADE.

O Fábio Koff fez certo hoje, tem que colocar a boca no trombone e denunciar toda essa sujeirada do futebol e Globo.

Fiquei triste com a posição do Dinamite, esse dirigente covarde nao tem coragem para enfrentar nada, se vendeu todo pra Globo...

Rídiculo!

Ainda tenho esperança que prevaleça o bom senso..

Net Esportes disse...

@Jean: É exatamente onde quero chegar Jean, o interesse exagerado da CBF na Globo que pra mim só tem uma explicação, medo da "poderosa" !!!

@Patrick: Estive vendo que a Record deve oferecer entre R$ 600 milhões a R$ 1 bilhão .... o problema será o racha, com os clubes negociando em separado com a Globo e os restante ficando na Record, aí a metade que ficar talvez não valha tanto dinheiro .....

Anônimo disse...

Essa Copa de 2014 vai acabar sendo so no Rio!!

Anônimo disse...

Texto mais confuso, tem gente viajando aqui.. Os 4 clubes do RJ e o Corinthians, estão querendo negociar seus contratos de transmissão de TV diretamente com as emissora, pois não acham justo o valor repassado pelo Clube dos 13, que negocia coletivamente. Não tem nada a ver essa história de ficar do lado da Globo, vcs tão malucos.

Bezenex disse...

Daqui a pouco o Teixeira, vai querer transformas cada duas taças guanabara em um cariocão só para ajudar alguém do interesse financeiro dele, voces sabiam que ele passou todo o movimento financeiro da CVF para um determinado banco em troca de uma gorda promoção de uma filha dele, ele também foi genro do Havelanche enquanto foi do interesse dele.O carinha excroto.

Rodriigo disse...

Quero a Bandeirantes Transmitindo o BR daki em diante.

Luciano do Vale apavora.

Globo, desculpa, não eh emissora e sim Poder legislativo

hahhaha

Rede Globo Governante de um pais.

Net Esportes disse...

@Anonimo1: Vai ter Copa em SP tb, mas não onde deveria ser.

@Anonimo2: Uma pena que você coloque sua opnião como Anônimo (vou até tirar essa opção que nunca tinha sido usada antes) ... se você ler com atenção o texto não ficará confuso .... e não tem como querem negociar separado por mais dinheiro pois a Record vai ter que pagar o mínimo de 500 milhões enquanto até esse ano a Globo só pagava 250 milhões, ou seja, não tem como estarem ganhando menos dinheiro ... todos os times iriam ganhar mais dinherio, o que existe é interesse político entre CBF, Globo e esses times aí citados, só não vê quem não quer como você.

@Bezenex: Só chegou na CBF porque era genro do Havelange, só por isso mesmo.

@Rodriigo: Falou tudo.

Filipe disse...

Ricardo Teixeira é fdp de marca maior
um cara sem carater, então é como aquele velho ditado o filho tem sempre o pai como exemplo, no caso o tão pomposo futebol brasileiro está com cara deste safado

Anônimo disse...

A verdade é que a globo sempre mandou no futebol brasileiro, assim ela fez o flamengo ter a maior torcida do brasil, pois sempre empurrou goela abaixo do povo do norte e nordeste jogos do rio, e vai continuar assim por um bom tempo, esse clube dos 13 tambem é outra instituição que só pensa no financeiro não no esporte...a record não tem estrutura pra segurar um campeonato sozinha...acho melhor a globo continuar mandando mesmo!!!

Net Esportes disse...

@Anônimo3: Eu acho que dinheiro a Record tem ... o problema é mesmo confiar que vão segurar a bucha por três anos .... seria bom para ver Globo se dando mal pelo menos uma vez !!!!

Anônimo disse...

Anderson.
Sinceramente não acredito em nada disso.

O que tem de real nesse caso, é que o Corinthians e o Flamengo, se rebelaram contra a marmelada no C13, comandado pelo SPFC que recebe quotas identicas aos dois maiores clubes, com maior apelo mercadologico.

Essas outras considerações, não passam de desculpas para não se discutir o ponto central da questão, que é a divisão das quotas.
Evidente que Flamengo e Corinthians tem que receber mais.

Essas acusações, não passam de fumaça para esconder o fato realmente relevante.

Anderson- Guarujá-SP

Net Esportes disse...

@Anderson Guarujá-SP: C13 faz marmelada e CBF não ???? Onde está provado que o apelo dos dois clubes citados por você é maior que o São Paulo, Palmeiras e outros clubes do RJ???

SEm falar que com o que a REcord vai pagar esses dois clubes citados por você vão ganhar muito mais do que ganhavam .... então eles querem ganhar AINDA mais que os outros, ganância demais não acha? sem falar que a torcida do São Paulo tem crescido muito e hoje em dia a audiência na TV é praticamente a mesma quando jogam clubes de SP e do RJ .....

Anônimo disse...

Tudo bem. Você acha isso, e eu respeito, porém negar que esse racha se deve a injustiça na distribuição de quotas, me desculpe, é entrar na pilha de mestres em teorias conspiratórias.

E, já que todo mundo (vc. também) acha que seu clube deve receber mais, ou pelo menos igual, aos que dão maior retorno em publicidade para as emissoras de TV, nada melhor do que cada um negociar separadamente. É muito mais democrático, do que submeter as duas maiores agremiações do país, subsidiando clubes que não tem o mesmo apelo.
Então, se acham que tem o mesmo apelo, que negociem separadamente.
O gozado é invocar que "juntos ganham mais". É claro que a divisão vai prejudicar alguem mais fraco.
Se tivessem a sensibilidade de reconhecer essas diferenças, o grupo com certeza permaneceria unido.
Então, concluindo, o responsável pelo racha, foi justamente a ganância, que você aponta, ou seja, continuar no esquema de obter recursos, com a exposição de outros.
Humildade, teria solucionado esse caso, porém é dificil. Então só resta aos prejudicados, sairem.
Fecharam as portas.

Abraços
Anderson-Guarujá-SP

Net Esportes disse...

@Anderson-Guarujá-SP: Entendo sua opinião também meu caro, principalmente porque me parece que você é torcedor do time que se acha no direito de receber mais que os outros, então é óbvio ter essa opinião. E nós não estamos falando de Bahia, Ceará ou Avaí .... estamos falando do eixo RJ-SP, praticamente todos os jogos da rede na TV aberta são com times do eixo RJ-SP, o patrocínio é vendido de uma vez só antes do campeonato começar, o time X não gera mai lucro do que o outro, não tem porque querer receber mais, isso tudo é uma ilusão criada para que esses dois times se achem no direito de receber mais. Sem voltar ao que eu disse antes, com a Record eles receberiam mais naturalmente porque a Record vai pagar por tudo o dobro que a Globo pagava, e mesmo assim eles estão lá do lado da CBF e querendo negociar seprado, ou seja, é tudo interesse político, é tudo para ter um Estádio na Copa e um título de tantos anos atrás reconhecido só agora .... se você não vê essas "marucutaias" é porque não quer ver, é justamente porque é torcedor de um dos dois times e vai querer defender os interesses dele até o fim. E é por isso também que encerramos essa discussão sem fim por aqui, acredito que dei bastante espaço para sua opinião, portanto encerramos por aqui, qualquer coisa entre em contato pelo formulário do blog. Um abraço.

Anônimo disse...

Bom, se for assim, então estamos 1x1. Você puxa a sardinha para o seu time, e eu puxo para o meu não é isso?

Então se é assim, entre nós, imagine entre os dirigentes?

Evidente que você sabe, quais times são mais exibidos as quartas e domingos. Apenas não quer reconhecer, pelos mesmos motivos que aponta em minha razão. Torcedor.

Os times mais exibidos tem que receber mais meu caro. No mundo todo é assim. Embora você não reconheça, quem paga aos clube nem é a TV, são os patrocinadores, e eles querem que sejam exibidos os jogos com maior audiência, e em alguns deles, a audiência nem é só do time maior, mas vem acompanhada dos secadores, que ampliam os indices.

Isso é básico. Essa história de taça das bolinhas, estadio, lado da CBF, é tão estapafurdia, que 16 clubes já estão dissidentes.

Evidente que expulsaram os maiores do C13, e agora choram o leite derramado, inventando histórias todas absurdas e improváveis (sem provas), fruto de especulações de jornalistas inimigos, ou amigos de agremiações.

Eu, fique tranquilo, não engulo nada do que me passam jornalistas visivelmente comprometidos.

Jornalistas que valorizam jogadores de seu time, fazendo jogo de empresários, para convocações, e vendas por valores fabulosos, não merecem a minima credibilidade.

Qualquer jogador que dê um drible e faça um gol, no dia seguinte vira craque com valores de 100.000.000 de dolares ou euros.

Tem muito trouxa que entra nessas.

A questão do C13, é financeira, simples assim.

O resto é fumaça. Pode reparar, você conhece algum jornalista isento (isento) que tocou no assunto "justiça na distribuição de quotas"?

Nem de leve. Fogem do assunto como o diabo da cruz, simplesmente porque é o ponto central, e essencial.

Abraços

Anderson-Guarujá-SP

Net Esportes disse...

@Anderson: Prova pra mim que o jogo do seu time passou mais do que outros paulistas ou cariocas, são sempre dois jogos na rede, um de paulista e um de carioca e não demora mais do que quatro rodadas para passar pelo menos um deles .... quando você fala que a história da taça, estádio e tudo mais é estapafudia, acho o mesmo quando vocês tentam de todo jeito dizer que trazem mais audiência e patrocínio, e outra, quando joga em casa não passa também, ainda tem mais essa.

Amanhã, por exemplo, a Globo não vai passar o jogo do Santos que é de Libertadores da América, tudo para pressionar mais um clube a se desligar do C13 e ir para o lado dela e da CBF. Isso não é politicagem ??? Eu não acho que o C13 seja a maior maravilha do mundo, mas você não querer ver nada de errado em Ricardo Teixeira, CBF e Rede Globo é fechar demais os olhos.

Net Esportes disse...

@Anderson: Só complementando com o que eu disse antes, esses times querem negociar separado para ter uma quota maior, mas pelo que a Record vai pagar a quota já seria bem maior do que é atualmente, ou seja, eles iriam ganhar mais do que ganham .... só que não aceitam porque outros times vão ganhar igual .... olha como isso é ridículo, não querer ganhar mais só porque alguns outros ganharam igual, é muto aburdo, muita prepotência.

Anônimo disse...

Não vamos chegar nunca a um acordo. Não sou eu que quero quota maior para o meu clube, são dos Diretores.

Isso que você infelizmente não entende. Se eles quizessem quotas iguais, não estariam debandando.

E quanto a não passar o jogo do Santos, pode ter certeza que ele perde em audiência para o Chaves.

E outra coisa, um time como o Santos, que negocia com a famigerada MSI, trazendo Robinho em troca de percentuais de Neymar, a mesma empresa, merece o que, na sua opinião?

Tudo farinha do mesmo saco, CBF, Koff, Xanches, Amorim, e Juvenal.

Todos dão nó em pingo dágua. SPFC, e Juvenal por exemplo, elegeu R.Teixeira, por interesses em reformar seu estádio com recursos subsidiados.

Quando a Fifa, recusou o estádio, por falta de garantias, ele brigou com o Teixeira, e hoje vive reclamando de abandono.

Atirou no próprio pé, depois de sentar na mesma mesa do capeta.

Posso até estar errado, mas ingênuo, jamais.

Abraços.

Anderson-Guarujá-SP

Net Esportes disse...

@Anderson: Nisso você tem razão, jamais vamos concordar um com o outro. E ontem eu vi que é apenas São Paulo, Palmeiras e Vasco que receberiam o mesmo valor dos dois times que querem ganhar mais, e esses três times dão tanta audiência ou tem seus jogos trasmitidos tanto quanto aos outros dois. E o CADE vai processar quem negociar separado, e quem quiser sair do C13 tem que pagar umas dividas enormes, alguns times do RJ estão devendo até R$ 60 milhões.

Anônimo disse...

O CADE vai processar quem negociar separado? O que é isso? A ditadura voltou e ninguém avisou?

Quer dizer, que os maiores clubes serão obrigados a continuar subsidiando outros?

E isso se chama justiça?

Amigo, me desculpe,o que li foi que o CADE, fiscalizará a licitação, mas não proibirá (não pode segundo a lei) a negociação de cada um de acordo com seus interesses.

No caso fiscalizará a licitação, porque ao que parece, essa que foi feita, nitidamente foi direcionada, para excluir os grandes clubes, e principalmente para excluir a Globo.

Tanto é verdade que essa licitação está viciada, e provavelmente obscuras relações, que a grande maioria dos clubes está em debandada geral.

Evidente que a Record, pouco importa o futebol, quer destruir a sua concorrente a qualquer preço, inclusive o financeiro (tem muito cash) todo mundo sabe disso, acho que vc. não ignora também.

E se isso prosseguir, ou vingar, estaremos assistindo ao maior golpe de formação de oligopólio da história, só comparavel ao que Chavez fez com as Tvs na Venezuela.

Faço votos e torço, para que se retire esse cabresto ditatorial, e a democracia ganhe mais uma vez.

Que eu saiba, na democracia, eu vendo e compro o que eu necessito, para quem desejar.

Liberdade não tem preço.

O CADE tem que ficar ligado mesmo.
Para que vc. possa entender melhor isso, de uma lida nesse link, sobre o CADE, em especial o caso Kolynos, Colgate, onde o "dinheiro", iria esmagar a concorrência.
É mais ou menos o que se assemelha, no caso o "dinheiro" da IURD.

http://www.economiabr.net/economia/5_cade.html

Abraços
Anderson-Guarujá

Net Esportes disse...

@Anderson: Meu texto foi uma visão minha, particular, minha opinião no meu blog, um lugar onde posso falar o que eu quiser.

Infelizmente seus comentários acabaram indo para outra questão, que não é a do texto em si apesar de ser sobre o mesmo assunto.

A Record quer acabar com a Globo sim, mas quem monopoliza há anos é a própria Globo, e o C13 abriu concorrência, eles querem acabar com essa exclusividade da Globo na trasmissão do campeonato. A CBF vai contra porque o candidato a presidência do C13 da CBF perdeu a eleição no ano passado, aí CBF fez uma série de artimanhas para os clubes irem junto com ela, saindo do C13 e tudo mais, é isso, simples assim.

No dia 11 veremos o que vai acontecer.