Uma noite especial para Allen

09:49 Net Esportes 3 Comments

Karl Malone é o jogador que mais vezes acertou lances livres na NBA. Ele deixou para trás Michael Jordan, quarto colocado, Kobe Bryant, Kareem Abdul-Jabbar e Allen Iverson que aparece na décima posição. No total foram 9.787 pontos para o ex-parceiro de John Stockton no Utah Jazz, sendo que o único detalhe é que ele precisou de 13.188 chances para conseguir a marca. Chega a ser impressionante ver Malone na primeira posição e não ver Reggie Miller nem entre os dez primeiros, principalmente quando é meio impossível lembrar alguma vez que o ex-jogador do Indiana Pacers errou um lance livre. E a resposta para essa dúvida está justamente na percentagem de acertos, onde Miller lidera com 88,8%, bem mais do que os 74,2% do primeiro colocado da lista.

Perto de Miller só Dirk Nowitzki com 5.515 pontos e aproveitamento de 87,6%. Lançar a bola com extrema precisão para a cesta sem errar muito é algo que poucos conseguem, fazer isso da linha de três pontos então se torna ainda mais difícil. Desta vez Malone não consegue ficar nem entre os 50 primeiros colocados, e dos poucos conhecidos estão Chauncey Billups em 6º lugar, Paul Pierce em 11º, Steve Nash em 13º e Kobe Bryant apenas na 20ª colocação. Já a primeiríssima posição, sem ter o melhor aproveitamento desta vez, era justamente dele, Reggie Miller, que até o fim de toda a sua carreira no Indiana Pacers entre os anos de 1987 e 2005 conseguiu a incrível marca de 2.560 cestas de três pontos em 6.486 tentativas. Para se ter uma idéia da dimensão deste feito basta ver o que conseguiu Jason Kidd, terceiro colocado, que teve "apenas" 1.754 conversões de três.

A primeira posição era de Miller porque desde a noite de ontem não é mais. Kidd ainda não conseguiu nem chegar nas duas mil cestas, só que um certo jogador do Boston Celtics que não é muito bom de lances livres chegou lá, e simplesmente passou voando pelo 'carequinha orelhudo' e assumiu a liderança. O feito de Ray Allen aconteceu de uma forma muito especial, justamente em um jogo clássico contra o maior rival Los Angeles Lakers, com o TD Garden lotado explodindo em emoção e vibrando demais após mais uma cesta de três pontos feita pelo jogador que hoje já está com seus 35 anos de idade. No placar o Boston liderava por 22 a 14, Allen tentava se concentrar mas não conseguia segurar o sorriso, na beira da quadra cumprimentou um ex-jogador que trabalhava como comentarista em uma TV, era justamente Reggie Miller.

"Marcas foram feitas para serem superadas" disse o ex-recordista que parou de jogar em 2005. "É uma questão de trabalho, de rotina" disse o novo recordista que não gosta quando falam que ele tem talento divino, e que no dia 1º de novembro de 1996, atuando como calouro no Milwaukee Bucks, marcou sua primeira cesta de três pontos de toda a sua carreira. Aquela foi a primeira cesta de três que se somaria a outras 2.561 e se tornaria a maior marca já alcançada em toda a história da NBA, após 6.433 tentativas que o deixam com um aproveitamento de 39,8%. Ray Allen ainda deve jogar mais alguns anos e aumentar ainda mais esse recorde, porém jamais vai se esquecer da noite especial e histórica que viveu atuando pelo Celtics, a noite que conseguiu um recorde na NBA que vai durar por muito tempo, uma noite que só não foi melhor do que poderia ser porque no final seu time acabou sendo derrotado pelo Los Angeles Lakers.

3 comentários:

Jean Francisco disse...

Que Beleza...É por isso que sou seguidor de vcs!! Acompanho o basquete e ainda assim não sabia dessas estatísticas, tampouco que Kobe estava atrás de Malone em lances livres. Parabéns, muito boa a postagem!
Forte abraço.
Jean Francisco
esportday.blogspot.com

Rafael Filho disse...

Nossa, esse joga. Marcou seu nome na NBA, quero ver quem será o próximo a superá-lo.

Cau Au Au disse...

Quanta diferença da NBA pro NBB! !!!!!
Postagem bem abrangente, muito bom ficar informada por vcs.
ABS.