Chicago Bulls 20 anos depois

13:54 Net Esportes 3 Comments

Depois do que havia feito na temporada de 1990, onde perdeu por pouco para o Detroit Piston que foi o campeão daquele ano, e ainda tendo o grande fenômeno Michael Jordan sendo o maior pontuador da temporada regular, não era nenhum absurdo apontar a equipe do Chicago Bulls como séria candidata ao título da NBA no ano seguinte. Aquele ano de 1991 que se tornou ainda mais especial quando sua grande estrela finalmente levou o prêmio de MVP na temporada regular, a campanha de 61 vitórias e 21 derrotas não era a melhor de todas, mas era a melhor do Leste. E por mais incrível que possa parecer hoje em dia eles conseguiram naquela oportunidade seu primeiro título de Conferência, além do primeiro de seis títulos que conseguiram na maior competição de basquete do planeta.

Foi uma época que o torcedor do Bulls jamais irá esquecer, seis títulos em oito anos, poderiam facilmente terem sido oito títulos consecutivos se Jordan não resolvesse se aposentar em 1993. O pior foi ver o maior ídolo de todos os tempos ir embora definitivamente após a conquista de 1998, triste vê-lo retornando para a NBA com a camisa do Washington Wizards anos mais tarde, mais triste ainda era ver que sem Michael Jordan o Chicago Bulls voltava a ser o time que sempre foi, o time que não consegue fazer nada, que não tem qualquer chance de títulos e que não consegue nem se classificar para os playoffs da NBA. Isso tudo mudou quando um "novo" Jordan apareceu no draft de 2008, a primeira escolha e uma nova esperança para o Touro Vermelho de Chicago, tudo para ver novamente a mesma história 20 anos depois.

Derrick Rose não é Michael Jordan, mas muitos estão dizendo que ele não é ainda. Derrick Rose veste a camisa número 1 do Chicago Bulls e é sério concorrente ao prêmio de MVP deste ano ao lado de Dwight Howard, LeBron James e Kobe Bryant. A campanha do Chicago Bulls é até agora de 60 vitórias e 20 derrotas, a melhor do leste e com muitas chances de ser idêntica a campanha de 1991, quem sabe até melhor, quem sabe até melhor que a campanha do San Antonio Spurs, e isso significará vantagem de decidir sempre em casa nos playoffs até a grande decisão. O Chicago Bulls de 2011 tem muitas semelhanças com o Chicago Bulls de 1991, porém Derrick Rose precisa ainda provar que pode fazer o que Michel Jordan fez, e para tanto seu time vai ter que jogar muito ainda para conseguir a mesma façanha depois de 20 anos.

Em 20 anos as coisas mudam muito, a primeira rodada dos playoffs hoje em dia é feita em uma melhor de sete partidas, ou seja, não será fácil passar pelo Indiana Pacers como foi fácil passar pelo New York Knicks em apenas três partidas. Já o adversário seguinte deve ser o forte Orlando Magic, com muito mais qualidade que o Philadelphia 76ers de 1991. Na final da Conferência deve aparecer um Miami Heat ou um Boston Celtics, e caso seja o rival verde poderemos testemunhar uma revanche na derrota de dois anos atrás no playoffs, assim como o Bulls de Jordan se vingou do Detroit Pistons 20 anos atrás, ocasião em que varreu o rival de forma implacável, já mostrando ali o início de uma nova era, uma era que todos podem estar testemunhando o seu reinício nesse ano de 2011.

Hoje tem Bulls contra Knicks em Nova York, pode ser a 21ª derrota pois a equipe de Carmelo Anthony vem embalada com sete triunfos. Mas pode ser também a 61ª vitória como foi em 1991 no penúltimo jogo contra o Charlotte Hornets. Se a história vai se repetir 20 anos depois ela tem que ser igual em todos os detalhes, não apenas vendo um jogador como Derrick Rose fazer o que fez Michael Jordan. O Bulls quer mais uma vez encontrar o Los Angeles Lakers na grande decisão, o mesmo rival das finais de 1991 que ironicamente amargou naquele ano a mesma terceira colocação que ocupa hoje na Conferência Oeste. A única diferença é que o técnico Phil Jackson desta vez estará do outro lado, com Tom Thibodeau tentando fazer o que ele fez. O Chicago Bulls pode fazer o que fez 20 anos depois, mas mesmo que isso não aconteça ainda haverá mais oito e talvez até mais 15 anos para que Rose faça ao menos a metade do que fez Michael Jordan com essa camisa vermelha. (Foto: Jonathan Daniel/Getty Images)

3 comentários:

Patrick disse...

Poxa eh bom ver o Bulls voltando a boa fase, que longa fila foi essa... rsrsrsrss...

lembro que na época do Jordan, aqui no Brasil se via mtas camisas do time, alem de acessórios...

Seria a volta desta marca? Vamos aguardar...

Ronaldo disse...

Muito Bom, mas o Bulls sem o Jordan pelo menos pra mim, nunca mais terá o prestigio daquela época =]

---------------------------------
Video da nova arena esportiva do Palmeiras:
http://www.youtube.com/watch?v=JvDTDFglOms

Net Esportes disse...

@Patrick: Não sei se o Rose teria o mesmo apelo que o Jordan nesse sentido, talvez se ganhar títulos .... mas a verdade é que naquela época também passava NBA na TV aberta .....

@Ronaldo: Sem dúvida Ronaldo, mas se ganhar títulos as comparações serão mais inevitáveis do que já estão sendo ...