O golf precisa de Tiger Woods

10:46 Net Esportes 4 Comments

Às vezes é engraçado pensar como em nossas vidas temos alguns dias chatos, entediantes, cheio de problemas para resolver e não conseguindo ver a hora passar no relógio, o tempo parece andar mais devagar e a tortura não acaba nunca. Por outro lado conseguimos parar e ver a história de quase um século inteiro em frações de segundos, podemos voltar ao ano de 1934, ir até o campo do Augusta National Golf Club e ver como foi a primeira edição do Masters de Golf, com Horton Smith derrotando Craig Wood e levando um título que entrou para a história. Dessa forma o tempo passa muito rápido, podemos ir a 1951 ver o primeiro título de Ben Hogan, a 1958 ver a primeira conquista de Arnold Palmer ou até 1997, quando o mundo conheceu um certo jogador chamado Tiger Woods.

Já faz muito tempo, 1997 foi no século passado, foi a 14 anos atrás. Naquele ano Bill Clinton começou seu segundo mandato como presidente dos Estados Unidos da América, a Companhia Vale do Rio Doce foi leiloada por 3,3 bilhões de reais, o Papa João Paulo II fez sua terceira e última viagem ao Brasil e o até então desconhecido jogador de golf Tiger Woods dava início a uma carreira épica que o transformaria em um dos maiores de todos os tempos. Talvez não tenha sido apenas por ter ganho ali o primeiro de seus 14 títulos de Majors, mas jogar em Augusta sempre foi especial para Tiger Woods, o Masters que já viu Jack Nicklaus, Gary Player, Tom Watson, Nick Faldo e Bernhard Langer agora via um novo rei, Tiger Woods, que ganhou quatro vezes e quase sempre ficou entre os melhores de cada ano, existe uma química.

A sensação de vestir a jaqueta verde deve ser incrível, só que são poucos aqueles que conseguem repetir o feito. Por onde anda Ángel Cabrera, Trevor Immelman, Zach Johnson, Mike Weir ou Vijay Singh? São bons jogadores, mas não são jogadores lendários como Tiger Woods, o golf precisa de Tiger Woods, o golf sempre tem um grande jogador dominando os torneios durante 15 ou 20 anos, e pelo menos até pouco tempo atrás ninguém tinha a menor dúvida de que esse jogador era Tiger Woods. Isso pelo menos até o dia de fúria de Elin Nordegren, que acertou seu carro ironicamente com um taco de golf, mudou a vida deste jogador para sempre talvez. Ela tinha imensa razão no que estava fazendo, ninguém imaginou, no entanto, que faria o golf sentir tanta falta de Woods desde então.

O tempo passa devagar quando não queremos e o tempo simplesmente voa quando pensamos de outra forma. Parece que foi ontem o dia 8 de abril de 2010, mas já faz quase um ano. Tiger Woods estava voltando a jogar após seus problemas pessoais cujo principal culpado foi ele próprio. O mundo esperava por isso e ele não foi tão mal na competição pela qual tem uma ligação muito especial, terminou empatado na quarta colocação com onze tacadas abaixo do par. Depois disso se passou quase um ano já, e Tiger Woods não conseguiu vencer nenhum torneio, algo que é totalmente inverso à sua rotina diária. Podemos dizer que o golf hoje em dia tem Phil Mickelson, dono de uma linda vitória no Master ano passado (sua terceira conquista), campeão semana passada, favorito para esse ano novamente, mas o golf sente falta de Tiger Woods, o golf precisa de Tiger Woods, precisa do seu retorno e Augusta após um ano é mais uma vez o melhor lugar para que isso finalmente ocorra, quem sabe? (Foto: Sam Greenwood/Getty Images)

4 comentários:

Os dias chatos e entediantes são aqueles principalmente quando n se tem nd pra se fazer no serviço... hahahahahaa... O tempo n passa...

Mas o q vc escreveu eh verdade... O Tiger faz falta no Golf...

Creio que qualquer grande atleta faz falta em seu respectivo esporte... Tanto no lado esportivo como no Marketing...

Net Esportes disse...

@Patrick: Pode crer, nada para fazer é horrível ... !!!! e o Tiger continua aí ... o problema é que não temos mais aquele velho Tiger, que ganhava tudo ou quase tudo !!!! esse precisa voltar !!!!

Marcelonso disse...

Talento não lhe falta, tampouco desaprendeu.

O turbilhão que virou sua vida do avesso, acabou comprometendo o psicológico, e com isso fora do lugar é muito dificil fazer qualquer coisa bem feita!

abs

Net Esportes disse...

@Marcelonso: O problema é que talvez ele esteja se acostumando com esse problema ao invés de superá-lo .... um ano é muito tempo, na sexta-feira ele jogou como os bons tempos ... mas no sábado foi péssimo novamente ... vamos ver como se sai neste domingo, porém o título acho que está impossível.