A grande chance de Schleck

16:57 Net Esportes 0 Comments

Ninguém diz que é impossível de acontecer, mas jamais em toda a história do ciclismo alguém testemunhou esse fato até hoje inédito. Ninguém jamais viu porque nunca um ciclista conseguiu o incrível feito de vencer as três principais competições desse esporte em todo o mundo. O desgastante Giro d'Italia, o tradicional Tour de France e famosa Vuelta a España. Lance Armstrong faturou sete vezes a prova francesa, mas ele não se arriscava em nenhuma das outras duas disputas, seria desgastante demais e sua performance no Tour poderia ser prejudicada. Será que um dia o mundo poderá ver acontecer esse feito épico? Qual seria o ciclista perfeito para realizar essa façanha? Alguns dizem que o espanhol Alberto Contador pode conseguir isso neste ano de 2011.

Ele não consegue fugir das perguntas sobre doping, até Armstrong que já se aposentou é obrigado a se explicar uma hora ou outra, acusado por ex-companhieros de equipe como Tyler Hamilton recentemente. O espanhol teria comido carne contaminada na época em que foi flagrado no exame anti-doping, essa é a defesa dele e é nisso que sua equipe irá se apoiar até o dia do novo julgamento. E enquanto isso não acontece ele segue fazendo seu trabalho, ele segue pedalando, segue se mostrando como um dos mais fortes e experientes ciclistas de todos os tempos até, segue sendo campeão. Alberto Contador não seguiu os passos do americano pois não se importou em buscar apenas o tetracampeonato no Tour de France, ele não poderá ser sete vezes campeão de forma consecutiva então ele quer fazer diferente, por isso ele não teme correr primeiro no Giro d'Italia.

Muito mais do que correr, ir além de uma mera participação como Dennis Menchov que fica para trás, subir as temidas montanhas com extrema propriedade, deixando Michele Scarponi e Vincenzo Nibali comendo poeira, são mais de seis minutos de vantagem. A etapa 15 teve 229Km de distância e o primeiro colocado marcou 7h27min14s, Alberto Contador chegou em terceiro lugar e naquela altura aumentava ainda mais sua vantagem na liderança. O primeiro desafio na busca pela tríplice-coroa, na busca pelo sonho de vencer as três principais Voltas do ciclismo mundial no mesmo ano foi alcançado de uma forma que não deixou nenhuma dúvida sobre sua capacidade, mesmo que em meio a tudo isso haja dúvidas sobre sua moralidade. O problema é que isso já havia acontecido antes, em 2008, quando venceu também a Vuelta, mas não levou o Tour.

Alberto Contador não venceu o Tour de France de 2008 porque não estava lá para disputá-lo, já que a equipe Astana (da qual fazia parte), foi excluída da competição por suspeitas de doping. Não da para saber se naquele ano o espanhol teria vencido as três Voltas, mesmo porque talvez só tenha corrido na Espanha por não ter corrido na França, o único ano que não foi campeão do Tour de France desde 2007. Agora ele está na Saxo Bank, agora se não for punido pelo suposto doping ele muito provavelmente vai correr no Tour e vai correr para ganhar, porém pensando em correr na Vuelta também. O impossível pode ser tornar possível, mas continua sendo um desafio gigantesco, mesmo porque enquanto Contador se desgasta seu maior rival descansa e treina forte, Andy Schleck em meio a tudo isso vê uma grande chance à sua frente, uma grande oportunidade de finalmente conseguir o que já devia ter conseguido no ano passado. (Por: Net Esportes Foto: AFP PHOTO/LUK BENIES)

0 comentários: