Finalmente a hegemonia

10:05 Net Esportes 0 Comments

Há algum tempo o mundo do boxe esperava por isso. Os irmãos ucranianos Wladimir e Vitali Klitschko dominando os pesos pesados e assegurando a unificação de vários cinturões, em especial os quatro principais. O mais velho dos dois tinha um enquanto o mais novo possuía dois dos mais importantes. Por parte deles o desejo talvez fosse jamais lutar um contra o outro, mas veio da mamãe o veto oficial sobre lutarem entre si. Assim só restou ir atrás do outro cinturão que faltava para uma das maiores hegemonias em família já vista no boxe mundial em todos os tempos, e esse último cinturão estava com o britânico David Haye que havia derrota o algoz de Evander Holyfield, o gigante russo Nikolai Valuev, que lhe deu a chance de falar o que queria e o que não devia.

As provocações sempre fizeram parte do boxe, elas servem para dar uma esquentada no clima e criar uma expectativa maior para o grande duelo em cima do ringue. O problema com o Haye, no entanto, é que ele exagerou um pouco, e vem fazendo isso há muito tempo, bem antes de ser marcada alguma luta entre ele e um dos irmão Klitschko. Haye nem de longe lembra seu compatriota Lennox Lewis, principalmente pela soberba e arrogância. Ele prometia acabar com os Klitschkos e fez uma camiseta onde segurava em cada uma de suas mãos as cabeças dos irmãos. O lutador que tinha o cinturão da Associação Mundial de Boxe ia além, dizia que Wladimir Klitschko era uma farsa, não passava de um robô em cima do ringue e que iria acabar com essa história e dar início a uma nova era, só faltou mesmo fazer tudo isso.

A Ucrânia, o leste europeu, a Europa e os 'branquelos'. O boxe peso pesado estaria perdendo espaço, não tem mais nenhum rei da mídia, não tem Lewis, não tem Mike Tyson, Geroge Foreman e nem Muhammad Ali. Hoje o que se vê no boxe é o domínio de uma nova geração, a geração dos irmãos Klitschko que finalmente alcançou um dos maiores objetivos que tinham em suas carreiras. Vitali, o irmão mais velho, é o dono do Conselho Mundial de Boxe. Já Wladimir por sua vez tinha o da Federação Internacional de Boxe e o da Organização Mundial de Boxe. Só faltava mesmo o da Associação Mundial, e finalmente um encontro entre Wladimir Klitschko e David Haye foi marcado, para que os quatro principais cinturões fossem unificados e principalmente para que o pugilista inglês finalmente tivesse sua boca solta fechada definitivamente.

Foram 12 rounds, decisão unânime, não teve nocaute e nem knockdown, mas David Haye encontrou o chão diversas vezes, uma delas logo no começo do embate. Em inúmeras outras ocasiões ele se ajoelhou no ringue, parecia estar reverenciando o seu oponenete supremo, em uma dessas ocasiões o juiz chegou até a abrir contagem. Wladimir sofreu alguns golpes mesmo com a postura defensiva do rival, conseguiu algumas ótimas sequências e abusou dos jabs. Wladimir Klitschko, 59 lutas, 56 vitórias, dono de três dos quatro principais cinturões do boxe mundial, com seu irmão Vitali sendo o dono do outro. O mundo nunca verá os dois ao mesmo tempo em cima do ringue, a não ser para comemorar esse feito incrível, esperando que um oponente à altura de ambos apareça para tirar deles essa bela hegemonia ou se eles a manterão até o dia em que se aposentarem. (Por: Net Esportes Foto: AP)

0 comentários: