Os cardeais tem asas e voam

08:03 Net Esportes 4 Comments

World SeriesOs cardeais vermelhos alçaram um vôo mais alto e agora entre as nuvens do céu celebram a glória de serem campeões do mundo. Pela décima primeira vez em toda a sua história que começou no ano de 1882, quando o seu nome era St. Louis Brown Stockings. Depois disso a equipe ainda chegou a ser chamada de St. Louis Perfectos, mas perfeito mesmo foi ter se tornado Cardinals desde 1900, sempre em St. Louis, no Busch Stadium, que viveu tantas histórias e testemunhou nessa World Series uma das maiores partidas de todos os tempos ocorrida no sexto jogo. Foi como o jogo seis de 1975 e 1986, o beisebol tem dessas coisas. Agora a equipe dos passarinhos ratifica o status de segunda maior vencedora da MLB, perdendo apenas para o New York Yankees.

Para se ter uma idéia, o Yankees tem 27 títulos em sua história. O Cardinals é o segundo com onze agora, desde a noite desta sexta-feira quando se sagrou campeão mais uma vez. O jogo sete da World Series definiu tudo, isso não acontecia desde 2002. Não houve a mesma dramaticidade do jogo seis, a mágica também não acontece todos os dias, mas houve momentos de tensão, afinal a partida começou quante, rebatidas boas, home runs, 2 a 2 no placar e os torcedores esfregando as mãos para mais uma noite histórica. Mas o Texas Rangers parou por aí mesmo, o Cardinals passeou, fez um vôo solo e marcou 6 a 2 no placar de forma tranquila. A chance do rival já havia sido aniquilada no dia anterior, eles tiveram a maior chance de suas vidas nas mãos e deixaram escapar.

Nem Tom Verducci e nem mesmo Joe Posnanski, nenhum especialista e nenhum torcedor apaixonado. Nem um palpiteiro arriscador e tão pouco um conservador. Ninguém poderia prever ou imginar, apostar literalmente em uma final da World Series de 2011 com St. Louis e Texas Rangers. O Rangers talvez com a bela campanha na Divisão Oeste da Liga Americana, a equipe vem em uma crescente enorme desde a chegada do Manager Ron Washington. Com o novo técnico desde 2007 o número de vitórias aumenta a cada ano e o de derrotas diminui. Em 2010 o time chegou até a World Series, mas perdeu para o San Francisco Giants por 4 jogos a 1. Neste ano a história mudou levemente, ao invés de cinco partidas jogaram sete, se continuar sempre melhorando de um ano para o outro como vem acontecendo, então o primeiro título de sua história poderá ser conquistado em 2012.

Já o Cardinals viveu uma situação muito mais desesperadora, estando praticamente fora dos playoffs no final do mês de agosto quando suas chances de classificação eram tão remotas quanto ver o Boston Red Sox fora dos playoffs. No final o maior rival do Yankees disse adeus de forma precoce na última rodada inesquecível deste ano, o mesmo dia em que o Cardinals seleou sua classificação contando com a ajuda do melhor time do ano, o Phillies, que venceu seu jogo sem precisar e garantiu a equipe de Tony La Russa na pós temporada. O Philadelphia Phillies, tão favorito ao título, mal sabia o que estava fazendo, classificou o Cardinals e enfrentou os azarões na primeira rodada dos playoffs. Ninguém apostaria contra o Phillies, mas o melhor time do ano e favorito ao título conseguiu ser eliminado pelos hoje campeões.

Essa temporada da MLB foi mesmo marcante. Com tantas reviravoltas, com o Yankees vivendo dias de coadjuvante, com o Red Sox sofrendo um dos maiores colapsos de todos os tempos, com Rangers ficando mais uma vez no quase, com o Phillies sucumbindo e com o Cardinals dando a volta por cima. Com Derek Holland dando show no jogo quatro e arremessando mais de oito entradas, isso não acontecia desde 1947. Com o caso phonegate do jogo cinco, alguém liga pro bullpen pelo amor de Deus. Com o show de Albert Pujols no jogo três, três home runs, igualando Bebe Ruth. Com David Freese, o MVP, com o jogo seis que ficou na história e com a consagração de uma equipe que sempre acreditou, que sempre lutou até o final, mesmo quando tudo parecia tão perdido eles mantiveram o sonho vivo, para se tornarem os mais novos campeões da World Series, a grande decisão do beisebol, esse esporte tão fascinante. (Foto: USpresswires)

4 comentários:

O jogo sete não foi tão sensacional quanto o jogo seis, mais tivemos grandes momentos.

Pra mim o time do Texas começou a se afundar quando C.J. Wilson entrou e logo na sua primeira jogada deu com a bola em cima do rebatedor (não sei o nome que se dá a essa jogada) e deu mais um ponto para o St.Louis. Foi ai que o Rangers começaram a jogar a toalha.

Cara, o seu blog é muito bom! Eu conhecia ele tinha um ano mais ou menos, mas foi agora, na última semana que eu comecei a ler de verdade. Parabéns, ganhou mais um leitor :)

Net Esportes disse...

@Felipe Piazentin: Muito Obrigado mesmo Felipe. Fico muito feliz em ter mais um leitor. grande abraço.

Patrick Araújo disse...

Essa ano eh o ano das Zebras nos esportes!

muito bom essa série!