Todos sabiam que era perfeito

11:14 Net Esportes 2 Comments

Peyton Manning Indianapolis ColtsEle é filho de Archie Manning, um quarterback que jogou em três equipes da NFL nos anos de 1970 e início dos anos de 1980. Seu irmão atua hoje na maior liga de Futebol Americano como quarterback também, defendendo o New York Giants, onde faturou um título no Super Bowl. Não tinha como ser diferente, não havia nada mais para Peyton Manning fazer de sua vida a não ser jogar com a bola oval atuando como um quarterback. E se não bastasse ele ainda fez bonito, na equipe do Indianápolis Colts, desde 1998, vencendo o Super Bowl XLI, se tornando MVP do jogo, sem contar as quatro vezes que foi MVP da temporada. Em nenhum de todos os jogos desse período Peyton Manning deixou de ser o quarterback titular, pelo menos até o início dessa temporada.

O pior aconteceu, o inesperado, o momento mais dramático que o Colts poderia imaginar acontecendo desde 1998, é pior que perder o Super Bowl. Peyton Manning se machucou, precisa ser operado, precisa ser cortado da equipe. Cortar Peyton Manning é como cortar a própria cabeça do Indianápolis Colts, é como cortar o seu braço, a sua mão, arrancar o próprio coração que move a equipe rumo às vitórias. Sem o cérebro do time e os lançamentos precisos da bola oval não há mais triunfos, só restam as trevas, as derrotas e o drama de se tornar o pior de todo o campeonato. Kerry Collins não pode ajudar, a defesa não consegue nenhum sack e muito menos uma interceptação, o ataque não funciona e quando isso acontece é só no começo do jogo. Onde está você Peyton Manning?

Joseph Addai é um excelente running back, Pierre Garçon está fazendo um bom trabalho como wide receiver, mesmo que seu nome queira mais servir do que receber. O Colts ainda tem Adam Vinatieri para marcar pontos chutando field goals, mas de nada está adiantando, principalmente quando se marca 17 a 0 no jogo cinco e se permite a virada para uma derrota por 28 a 24 frente ao Kansas City Chiefs, e isso jogando em casa, com mais de 65 mil pessoas lotando o Lucas Oil Stadium. Isso mostra o quanto não ter Peyton Manning faz a diferença, o quanto ter Peyton Manning em todas as partidas desde 1998 fez a diferença. O quanto fica fácil imaginar que mesmo aos 35 anos de idade Peyton Manning caminhava para o recorde de jogos consecutivos como titular, Brett Favre agradeceu muito essa pausa na carreira do rival.

O Colts surgiu em Baltimore no ano de 1953, cidade onde permaneceu até 1983 antes de se mudar para Indianápolis. Em 59 anos de história a equipe faturou três títulos em 1958, 1959 e 1968, além de dois Super Bowls sendo o último antes de Peyton Manning em 1970. Nesse tempo todo um drama semelhante ao de 2011 aconteceu em outras quatro oportunidades, todas elas registrando o recorde negativo de seis derrotas nos seis primeiros jogos. O problema da temporada atual, no entanto, é que além de não contar com seu principal jogador e ver outros bons atletas se machucarem também, é que a sequência de partidas não ajuda em nada. Os próximos adversários serão New Orleans Saints e Tennessee Titans fora de casa, com Manning fora, com as esperanças fora do jogo e lembrando como tudo era perfeito e sem dúvida alguma todos sabiam disso. (Foto: Andy Lyons/Getty Images)

2 comentários:

Lucca disse...

Apesar de tudo, sempre estaremos com o colts! Não torcemos só para o manning, mas para o time todo. O melhor a se fazer é apoiar o time e esperar o melhor quarterback de todos os tempos voltar para nos dar alegrias novamente!

Go Blues!

Net Esportes disse...

@Lucca: Sem dúvida Lucca, jamais se pode abandonar o time que se gosta, mesmo nos momentos mais difíceis.