Natal em família com a NBA

09:19 Net Esportes 3 Comments

A família reunida no dia de Natal, não tão completa como na noite da véspera onde fizeram um amigo secreto bagunçado, sem muitas regras, mas divertido apesar de tudo. Ninguém é japonês, porém o arroz sempre faz parte da ceia, assim como a farofa mesmo que ninguém tenha nascido na Bahia, o problema é que não havia nehum dos dois. No jantar em homenagem ao nascimento de Jesus havia apenas Peru, Tender e um macarrão inventado na hora do qual muitos passaram longe. O dia na Natal, no entanto, serviu para tudo voltar ao normal, para comer o arroz branco e a farofa que só a vovó sabe fazer. Melhor do que tudo isso, e principalmente melhor do que almoçar às três e meias da tarde, é poder assistir um jogo de basquete no meio da tarde do feriado, a NBA finalmente está de volta.

Se não bastasse um, dois perguntaram se era mesmo ao vivo, mas não por achar estranho que a greve da NBA tenha finalmente acabado e sim porque para eles era muito estranho estar jogando na tarde do dia de Natal, mal sabendo do fuso horário, pois o jogo havia começado ao meio um dia, uma boa hora para almoçar diga-se de passagem. E mesmo não havendo neve no local do jogo, sendo que por aqui caiu uma chuva que finalmente refrescou os dias quentes insuportáveis que nada tem haver com o Natal, havia lá muito sobre o Natal, afinal era Nova York, uma das cidades que mais possuem o espírito natalino nos Estados Unidos. Com a patinação no gelo, a árvore enfeitada no Rockefeller Center, o bater do sinos na St. Patrick's Cathedral e o basquete da NBA no Madison Square Garden.

Se a NBA resolve começar a sua curta temporada bem no dia de Natal, não poderia haver um lugar mais interessante do que o lendário Madison Square Garden. Em que outro lugar alguém iria trocar o dia de Natal com a família para ir ver um jogo de basquete ao vivo ao meio dia do dia de Natal? A contora Alicia Keys, a atriz Julianne Moore e o prefeito Michael Bloomberg não foram os únicos, porque se todo mundo odeia o Chris, todos amam o cineasta Spike Lee, que recebe um abraço apertado de Paul Pierce antes do jogo começar e antes de se sentar ao lado do ator Chris Rock. Mas aquele que é um dos torcedores mais apaixonados do Knicks não conseguiu ficar sentado o tempo todo, quase entrando na quadra em alguns momentos, tudo porque a equipe de Nova York conseguiu transformar um jogo fácil em uma partida extremamente complicada.

Demorou para começar, a greve foi um período difícil, mas quando voltou a NBA deu aos seus fãs um presente de Natal melhor do que qualquer um que possa ter ganho da noite do dia anterior. O jogo de abertura em Nova York parecia estar vendo um verdadeiro passeio do New York Knicks contra o Boston Celtics, onde os donos da casa literalmente dançavam ao som de Andy Williams cantando 'The Most Wonderful Day Of The Year'. Não havia come ser mais maravilhoso do que aquilo, com 62 pontos anotados no primeiro tempo, com uma vantagem enorme, sólida e a princípio impossível de ser revertida. O problema é que Carmelo Anthony e seus amigos se esqueceram que no dia da Natal os milagres são possíveis, que qualquer um vestido de verde pode ser um Grinch no dia 25 de dezembro.

Pierce nem faz falta nesse momento, Kevin Garnett da conta, Ray Allen e até mesmo Jermaine O'Neal, e ele não é parente do Shaquille O'Neal. Parece até o velho Boston Celtics de Doc River´s que ganhou o título da NBA, principalmente por causa de Rajon Rondo que estava impossível, terminando o Christmas Day com 31 pontos e 13 assistências. O problema verde, no entanto, é que havia um outro jogador, de outro time, tendo e proporcionando o verdadeiro e grandioso Happy Holidays, seu nome é Carmelo Anthony e a reação do Celtics aconteceu apenas porque ele esquentava o banco no início do terceiro quarto pendurado por faltas. Isso foi apenas para haver mais emoção no dia Natal, reação, virada, empate em 100 a 100, em 104 a 104, com vitória apertada do Knicks por 106 a 104, um belo presente de Natal em um dos dias mais especiais do ano, o dia de Natal, o dia em que finalmente teve início a nova temporada da NBA. (Foto: AP Photo)

3 comentários:

Patrick disse...

Um belo jogo para começar a temporada hein!? Assisti também e foi um jogão... O Boston mereceu a virada... Masssss naum deu...

Ron Groo disse...

Foi um festão!
e que presente ver o Bulls dar um coro (ma o meno né?) no Lakers.

eu adoro vencer os lakers.

Net Esportes disse...

@Ron Groo: O final do jogo Knicks-Celtics e o final do Lakers-Bulls foram sensacionais, começou incrível, excelente para quem já estava com saudades da NBA !!!!!