Eles não tem nenhum rival à altura

11:52 Net Esportes 2 Comments

KlitschkoO não admirador do boxe peso pesado de hoje em dia costuma dizer que não há mais lutadores como antigamente. Não há mais ninguém como Muhammad Ali ou Joe Frazier. Não tem mais Geroge Foreman. Não existem lutadores que se tornam ídolos como Mike Tyson e nem lutadores que podem detê-lo, como Evander Holyfield e Lennox Lewis. Cadê o novo Rocky Marciano? Hoje só existe um nome que reina no boxe peso pesado, ou na verdade só existe um sobrenome: Klitschko. O irmão mais velho Vitali Klitschko e o irmão mais novo Wladimir Klitschko. Eles não tem nenhum rival à altura, não tem ninguém para detê-los, todos que sobem no ringue para encará-los são derrotados. Eles são excepcionais, mas não são americanos e nem negros, será esse o problemas para não terem seus nomes tão reconhecidos?

Rocky Marciano também não era negro, lutou 49 vezes e venceu todas. É o maior lutador de boxe peso pesado de todos os tempos. A diferença? Ele era americano. só que Marciano também tem um problema parecido com o dos irmãos Klitschko, a falta de um Joe Frazier em sua vida esportiva. Ninguém pode comparar Frazier com um Ezzard Charles, Jersey Joe Walcott ou até mesmo Lee Savold e Joe Louis. Mas ele não perdeu para ninguém, talvez porque era excelente e não porque não tinha rivais à altura, lutou em uma época onde reinou e não deixou ninguém ser tão bom quanto ele, sem falar que lutava no Madison Square Garden e no Yankee Stadium. Os irmãos Klitschko também já lutaram muito no Garden, em Los Angeles ou Las Vegas. Só que faz tempo, hoje em dia não saem da Europa, não encontram rivais à altura para duelas em Nova York.

Vitali, por exemplo, luta na Europa até mesmo contra americanos. Casos de Shannon Briggs e Kevin Johnson. Quem? Com Wladimir acontece o mesmo, até mesmo contra Hasim Rahman, aquele mesmo que derrotou Lennox Lewis em 2001. E isso deveria contar à favor de Wladimir Klitschko, que ainda passou por Ruslan Chagaev, Samuel Peter (duas vezes) e David Haye, quando chegou a mais um cinturão no ano passado. Todos eles grandes rivais, mas nenhum Frazier, nenhum Holyfield ou Lewis. E ainda por cima nenhuma das lutas ocorrendo nos Estados Unidos. A última dele por lá foi contra Sultan Ibragimov, em Nova York. E a última dele de todos foi contra um pobre francês que nem sabe o que foi fazer na Alemanha. Foi apenas levar um nocaute fulminante no quarto round, o 50º nocaute de Wladimir em 60 combates.

Buscando um pouco mais, podemos lembrar que em 2002 Wladimir Klitschko derrotou Francois Botha, um boxeador um pouco mais conhecido. Mas ele é muito mais conhecido pelas derrotas, incluindo Evander Holyfield, Lennox Lewis e principalmente Mike Tyson, em 1999, em Las Vegas, na época que a Rede Globo trasmitia para todo o Brasil. Hoje não é mais assim, hoje não tem mais Tyson e não tem mais grande apelo popular, não acontece mais nos Estados Unidos e poucos dão importância. Mesmo que continue sendo extremamente importante. Continua sendo o peso pesado do boxe mundial. Os irmãos Klitschko dominam e não tem nenhum rival à altura. Com Rocky Marciano era assim também. E o que fica na história é que ele não perdeu nenhuma luta em toda a sua carreira, isso é o que conta, isso nem os irmãos Klitschko conseguiram fazer.

A última das três derrotas de Wladimir, no entanto, aconteceu em 2004. Já Vitali perdeu pela última vez em 2003, para Lennox Lewis, aí sem um rival à altura que acabou se aposentando na época e não lhe concedeu uma revanche. Desde então os dois dominam os pesos pesados. Wladimir tem os cinturões da Federação Internacional de Boxe (FIB), Organização Mundial de Boxe (OMB), Organização Internacional de Boxe (OIB) e Associação Mundial de Boxe (AMB). Vitali possui o Conselho Mundial de Boxe (CMB). Eles unificaram os cinturões dos pesos pesados em família. Eles não tem rivais à altura para enfrentá-los. Eles não tem nenhuma Joe Frazier para lutar nas Filipinas ou Holyfield para morder suas orelhas. Os únicos páreos para eles são eles mesmo. A maior luta do boxe peso pesado hoje em dia seria Wladimir Klitschko contra Vitali Klitschko, mas isso nunca vai acontecer, pois a mãe deles não deixa! (Foto: Baron/Bongarts/Getty Images)

2 comentários:

Patrick disse...

Acredito o Boxe está sendo ofuscado na categoria peso pesado, além da falta de lutadores qualificados, a moda que está sendo o MMA, muito lutadores que eram boxeadores estão migrando pro MMA...

Não acredito que seja pela falta de um americano ou negro bom lutador... É mais pro que eu falei em cima...

Net Esportes disse...

@Patrick: Eu acho que não é falta de lutador qualificado, é falta de lutador qualificado para enfrentar os irmãos de igual para igual, porque ambos são excepcionais. E acho que o MMA cresceu justamente pela quada do boxe, na minha opínião ele não causou a queda e sim aproveitou o momento para crescer.

Valeu Patrick! até logo.