Como perder um título em quatro buracos

14:44 Net Esportes 2 Comments

Era mais interessante quando o The Open Championship era conhecido como British Open de Golf. Mas isso não é pior do que a falta de beleza do campo Royal Lytham & St Annes Golf Club, que recebeu a edição de um dos quatro maiores Majors do ano pela 11ª vez. Nenhuma árvore, nenhum lago, vegetação sem a famosa e tradicional cor verde predominando e ainda um monte de casas nas cercanias. A tradição, que vem desde 1926 quando Bobby Jones foi campeão, não é questionada, porém as coisas poderiam ser visualmente melhores. Tão boas quanto o resultado final da disputa, que acabou vendo um campeão inesperado depois que o campeão esperado mostrou como perder um título em quatro buracos.

Adam Scott foi brilhante no primeiro dia. Terminou com seis tacadas abaixo do par e igualou o recorde do campo. Ele era o centro das atenções, mas Tiger Woods, Bubba Watson, Rory McIlroy e Ernie Els também foram bem com três tacadas abaixo do par. Em quatro dias de disputa todos tem chances, pelo menos até a hora que aparece um tal de Brandt Snedeker que literalmente rouba a cena na Inglaterra. Dez birdies e simplesmente nenhum bogey. Isso no golf é tão incrível quanto um time vencer de 10 a 0 no futebol. Isso serve para mostrar o quanto o golf tem o seu lado interessante e por que não, emocionante. Afinal imagina só um jogador perder a liderança e o título depois de estar com dez tacadas abaixo do par em dois dias de competição.

Foram 73 tacadas depois de ter feito 66 e 64 nos dois primeiros dias. E nem foi Brandt Snedeker que mostrou ao mundo como perder um título em dez buracos. Snedeker só mostrou que no golf não adianta ser perfeito em dois dias, você precisa ser perfeito e equilibrado nos quatro dias, e nos quatro últimos buracos também. Brandt Snedeker ficou para trás, e quem apareceu novamente foi Adam Scott. O nome do australiano ganhou até um esboço na medalha concedida ao grande campeão além do troféu que também recebe o nome do felizardo. Tudo porque ele fazia um birdie no buraco 14 e colocava uma das mãos na taça literalmente, com as mesmas dez tacadas abaixo do par que ele mesmo chegou a ter no começo do último dia. Só que faltavam ainda quatro buracos pela frente.

Como perder um título em quatro buracos. Adam Scott tem a resposta. Adam Scott faz quatro bogeys e ensina como se joga fora um campeonato que caiu no seu colo depois que Brandt Snedeker sucumbiu, depois que Tiger Woods não conseguiu mais jogar abaixo do par e depois que tantos outros como Rory McIlroy, por exemplo, foram ficando para trás. Menos um deles, o sul-africano Ernie Els, que havia sido campeão nessa mesma competição em 2002 e no US Open outras duas vezes nos anos 90. Um jogador que já está na altura dos seus 42 anos de idade e que já viveu muitos dramas em sua vida pessoal. Um jogador que fez um birdie no buraco 18 para delírio da torcida apenas para sonhar com um playoff, mas que acabou lhe rendendo o título, tudo por que Adam Scott não quis ser campeão. (Foto: Getty Images)

2 comentários:

Distephano disse...

Bos Postagem

Net Esportes disse...

@Distephano: Muito Obrigado! um abraço.