Forçando a rivalidade Knicks e Nets em NY

10:17 Net Esportes 2 Comments

A vida inteira o Nets esteve ali, bem perto, em New Jersey. O Knicks de um lado do Rio Hudson e o Nets do outro. Eles se enfrentavam tanto quanto qualquer time da NBA, tanto quanto qualquer time do Leste, mas nunca houve uma rivalidade. Só que o tempo passou e o Nets se mudou. A equipe das redes partiu rumo à outra cidade, a cidade vizinha. O New Jersey Nets foi para o Brooklyn, em Nova York, e se tornou o Brooklyn Nets. Duas equipes da NBA em Nova York, sobrou motivos para forçar uma nova rivalidade. A cidade de Nova York tem dois times de beisebol, mas o maior rival do Yankees é o Red Sox. O Knicks nunca teve um grande rival, odiava o Celtics justamente por causa do beisebol, mas talvez agora eles tenham. o Nets. Forçado em com motivos.

Todos sabem que a NBA sabe como ninguém trabalhar o marketing. Marcou o primeiro encontro entre Knicks e Nets logo na abertura da temporada, na estréia de cada equipe. E se não bastasse o jogo ainda seria a inauguração da nova arena do Nets, o Barclays Center. Seria porque não foi. O furacão Sandy não deixou, ele devastou a região, causou danos e transtornos, cancelou a Maratona de Nova York e adiou o primeiro encontro entre Knicks e Nets. Adiou o início da rivalidade forçada. Adiou o início do que seria o começo de uma nova era no basquete da NBA. A nova rivalidade das quadras, as novas batalhas e a nova guerra para saber quem será a maior equipe da cidade. O primo rico de Manhattan ou o primo pobre do Brooklyn. Só duelando para sabermos.

E enfim o duelo aconteceu, foi em 26 de novembro na casa do Nets. Festa no Brooklyn, a volta do esporte no bairro que vangloriava tanto os Dodgers nos tempos áureos do beisebol. Jay-Z confiante e Spike Lee apreensivo. É a nova rivalidade da NBA, mesmo que seja forçada, mesmo que seja só porque os dois são das mesma cidade, mesmo que o Nets estivesse sempre ali ao lado e mesmo que Lakers e Clippers nem se odeiem tanto, afinal eles dividem o mesmo palco para os jogos. Giants e Jets fazem a mesma coisa na NFL, e travam batalhas mais memoráveis contra equipes de fora, e ambos se chamam New York e ambos jogam em New Jersey. Mas Knicks e Nets querem que essa rivalidade aconteça, eles não se entregam, empatam no tempo normal e vão para a prorrogação. O jogo é sensacional.

Primeiro encontro e primeira vitória do Nets. Isso só poderia deixar o Knicks mordido, afinal todos querem que seja uma rivalidade, então será. O Knicks vem fazendo uma temporada fantástica e o Nets estavam bem. Eles não podem perder novamente, e novamente o jogo é no Brooklyn. Se não fosse o bastante, o Nets ainda sai na frente e abre uma gigantesca vantagem, chega a ter 17 pontos de diferença no placar. Mas o Knicks tem Carmelo Anthony, e ele faz 45 pontos no jogo. O Knicks tem o vovô garoto Jason Kidd, e ele era jogador do Nets quando o Nets jogava em New Jersey. Agora sim os motivos para forçar uma rivalidade aumentaram, e aumentam ainda mais quando Kidd faz a cesta de três que desempata o jogo a 24 segundos do fim. Incrível, sensacional, coisa de um duelo grandioso que só uma rivlidade pode proporcionar, mesmo que seja uma rivalidade forçada em Nova York.

2 comentários:

Raissa Póvoa disse...

Blog atualizado.. Dê uma passada lá..

abraçoss

Luiz Paulo Knop disse...

O mais legal disso tudo é que as rivalidades são saudáveis, ao contrário do nosso futebol, onde temos mortes pra lá e pra cá...

Luiz Paulo Knop
www.resenhaesportiva.com