Em 2014 ainda haverá dúvidas sobre o Heat

10:13 Net Esportes 1 Comments

"Foi o momento que tudo mudou" - disse Pat Riley que raramente concede uma entrevista. O mandatário do Miami Heat se referia ao dia que LeBron James anunciou na TV sua saída do Cleveland Cavaliers para rumar em direção ao sol da Flórida e, se juntar aos seus grandes amigos Dwyane Wade e Chirs Bosh. O objetivo era um só: Ser campeão da NBA. E eles conseguiram, mesmo que muitos não acreditassem muito nisso. Mas o pior mesmo era alcançar a glória e não se livrar das dúvidas que continuavam pairando no ar. James conseguiu sua primeira taça com uma idade menos avançada que Michael Jordan tinha quando levantou seu primeiro troféu. James se torna a cada ano o jogador mais jovem a atingir determinadas pontuações, mas isso ainda não significa nada. Enquanto ele não ganhar seis títulos, ainda haverá dúvidas.

Dúvidas como no segundo jogo da temporada. O Miami Heat viaja até Nova York e acaba sendo massacrado pelo Knicks. Um placar de 104 a 84 que dava uma esperança enorme ao time da Big Apple e colocava um ponto de interrogação gigantesco na equipe de Miami. Assim como as derrotas para Grizzlies e Clippers ainda naquele mês de novembro difícil que logo seria esquecido. O Miami não queria jogar em uma cidade que dias antes havia sido devastada por um furacão. Uma cidade que cancelou até mesmo a sua maratona, uma das competições mais importantes de todo o mundo. Não era um começo ruim para se duvidar que o título não seria conquistado, eram apenas motivos para se duvidar do Heat como sempre foi e como sempre será.

Então o Big Three resolve mostrar em quadra do que é capaz. Assistências espetaculares e cestas incríveis. Bloqueios fenomenais e rebotes que só podem ter um dono no garrafão. Houve uma época em que o Los Angeles Lakers era inacreditável e recentemente parecia sensacional ver o Houston Rockets vencendo 22 jogos seguidos. Mas o Miami Heat queria mais, eles queriam aquele recorde histórico da equipe do Oeste. Eles vencem 27 vezes seguidas e mostram do que são capazes. Mostram que vencer a NBA duas vezes seguidas será tão simples como andar para frente. Até que um tal de Chicago Bulls aparece no meio do caminho e estraga a festa. Sequência interrompida e motivos para duvidar aumentando tanto como o preço do dólar e os protestos no Brasil. Acreditar no Miami é coisa de floridense. Muito mais fácil duvidar.

Não basta vencer 66 jogos e perder apenas 16. A melhor campanha da temporada regular não é suficiente. Não basta varrer na primeira rodada dos playoffs. Afinal quem é o Milwaukee Bucks? Virar para 4 a 1 uma série contra o Bulls também não é suficiente, pois eles não tinham Derrick Rose, então do que adianta bater em cachorro morto? Mas sofrer contra o Indiana Pacers é excelente, sete jogos e a certeza de não haverá dinastia. Pelo menos até vencerem o jogo sete muitos tinham essa esperança. Então aos trancos e barrancos, atolados na dúvida e descrença, eles chegam na decisão e não tem como o mundo imaginar que o Spurs iria acabar com a festa, principalmente depois que conseguiram vencer um jogo em Miami e reverter a vantagem. Mais motivos para duvidarem do Heat.

As dúvidas do ano passado. As dúvidas desse ano e as dúvidas que virão em 2014 são exageradas e ao mesmo tempo aceitáveis. O Miami conseguiu recuperar a vantagem vencendo fora de casa, mas o San Antonio Spurs fez 3 a 2 na série e tinha tudo e mais um pouco para liquidar a fatura no jogo seis. Gregg Popovich, Tim Duncan e companhia só esqueceram que do outro lado havia James, Wade, Bosh e companhia. Jogadores que inflam com a torcida e fazem milagres quando o mundo dúvida deles. Eles fazem acontecer, fazem o sonho se tornar realidade e fazem o mundo cair aos seus pés. Eles fazem as assistências, fazem as cestas, marcam os pontos, bloqueiam e seguram o rebote como quem segura o troféu de campeão. Os melhores pela segunda vez consecutiva e terceira na sua história. Querendo repetir tudo no ano que vem, no outro ano e no outro também. Dando sequência a esse domínio que parece ser irreal, porque sempre estarão duvidando que eles possam realmente conseguir.

1 comentários:

Ron Groo disse...

Cara, mesmo torcendo pelos Spurs, não deixei de achar justo.
Como jogaram estes caras do Heat.
Eu acho que as duvidas acabaram. Pelo menos deviam...