E Nadal continuará nadando até que consiga

11:19 Net Esportes 0 Comments

Nadando sem morrer na praia. O que falta para Rafael Nadal? Ele está em Londres, com muita torcida à favor. Ele tem o apoio da família, o tio e trenador está lá, a namorada e a irmã vibrando com mais um ponto espetacular que ele consegue na quadra. Ele tem fama, respeito e uma quantidade gigantesca de dinheiro no bolso. Mas ele nunca foi campeão em Miami e ele nunca foi campeão em Paris. Rafael Nadal tem 13 títulos de Grand Slam e tem tudo e mais um pouco para alcançar e superar o recorde de Roger Federer. Mas Rafael Nadal jamais conseguiu ser campeão do ATP World Tour Finals.

Os tenistas ralam o ano inteiro. Torneios de Grand Slam, Masters 1000, alguns jogos de exibição e talvez torneios um pouco menores e, quando sobre um tempinho sempre se esforçam para ajudar o seu país na Copa Davis. Assim eles vão somando pontos, até que no final da temporada a ATP resolve juntar os oito melhores e ver quem é realmente o melhor entre todos eles. Será que que o campeão do Aberto da Austrália é o melhor? Ou será o vencedor de Wimbledon? Talvez o único que ganhou dois Grand Slam´s esse ano? Nadal venceu em Roland Garros e no US Open. Coloca eles para jogar e vê no que dá.

Seria melhor se o Andy Murray pudesse participar. Mas está bom mesmo assim, afinal os caras que não venceram Grand Slam também estão dando uma baita trabalho aos três melhores de todos que restaram sem o britânico. Roger Federer parou de vencer Grand Slam, mas ele está lá e ele chega na semifinal aos trancos e barrancos. Assim como seu compatriota suíço de nome engraçado e claro Rafael Nadal e Novak Djokovic. Os suiços então dizem adeus e Rafael Nadal segue nadando rumo a mais uma final de ATP World Tour Finals. Seus pais estão lá, sua namorada, sua irmã, o tio treinador e os torcedores fanáticos que vibram que se estivesse vendo um touro em uma tourada espanhola. O que falta?

É apenas a segunda vez que ele chega na decisão. Depois de ter arrasado Federer na semifinal e enfrentando um rival que nem lhe deu tanto trabalho na final do US Open. Mas os pisos são diferentes, a quadra é coberta e com uma iluminação esquisita. Parece a mesma coisa, mas é tudo diferente. São os oito melhores tenistas do ano e um deles quer realmente ser o melhor de todos. Djokovic não da a menor chance para o touro e lhe crava uma espada em seu dorso. O sérvio é campeão pela terceira vez ali em sua carreira e Nadal vai ter mesmo que continuar nadando até que um dia consiga esse título, até que possa ter a chance de dizer que foi o melhor de todos no ano. Fato que não deixa de ser uma verdade em 2013, afinal ele terminou o ano com dois títulos de Grand Slam e também como o número um do ranking ... e continua nadando.

0 comentários: