Determinando o Grupo da morte em 2014

15:50 Net Esportes 2 Comments

Após quase uma hora de pura enrolação, que seria muito mais difícil de digerir se não fosse toda a beleza da Fernanda Lima, começou o quase complicado sorteio que definiu as chaves para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. E o Brasil se deu bem desde o início, ao contrário do que havia acontecido na simulação realizada no dia anterior. Isso significa que a bucha caiu no colo do Uruguai, que sofreu para se classificar para a Copa e estando lá foi escolhido como cabeça de chave, vai entender esse ranking da FIFA! Que bom para eles, ou melhor, péssima notícia ter caído no Grupo D, o Grupo da morte em 2014.

Sempre tem um Grupo da morte e em 2014 não poderia ser diferente. O Brasil faz sua estreia contra a Croácia, terceira colocada na Copa de 1998. Como eles conseguiram isso em sua primeira participação em Copas do Mundo? Não sei, mas foi graças ao Davor Šuker. Depois ficaram sempre na primeira fase e em 2010 nem estavam presentes. Deverá ser um jogo tranquilo na estreia se o estádio estiver inteiro. Depois vem um carrasco dos últimos anos, o México e por fim a equipe do Camarões, que também foi rival do Brasil na primeira fase em 1994. Brasil e México devem seguir em frente e o Grupo A definitivamente não é o Grupo da Morte.

A coisa ficou um pouco complicada no Grupo B. Espanha e Holanda irão se digladiar logo de cara, em um repeteco da última final, mas ambos devem seguir deixando Chile e Austrália para trás. O Grupo C, pela bizarrice da Colômbia ser cabeça de chave, se tornou um dos mais fracos de toda a Copa com Grécia, Costa do Marfim e Japão. Já o Grupo E ficou um pouco interessante com Suiça (cabeça de chave também!), Equador França e Honduras. No Grupo F tudo indica que a Argentina fará um passeio turístico no Brasil atropelando Bósnia, Irã e Nigéria e, no Grupo H vai ser difícil ver graças em jogos envolvendo Bélgica, Argélia, Rússia e Coreia do Sul. Isso faz com que além do Grupo D, com D de "Da morte", sobrou o Grupo G, como o "quase da morte", ou será da morte também?

Que seja pelo ranking da FIFA, mas essas escolhas de cabeças de chave fazem essas coisas acontecerem. O Grupo D simplesmente tem três campeões mundiais. De que adiantou todos os campeões mundiais se classificarem se eles vão se enfrentar tudo já na primeira fase? Uruguai, o premiado, pega Costa Rica na estreia e depois se prepara porque vem pela frente Inglaterra e Itália. A Costa Rica só passou para as oitavas uma vez, em 1990, mas os outros três sempre passam. Mas e o Grupo G? Alemanha cabeça de chave, Portugal de Cristiano Ronaldo, Gana que é um dos africanos mais fortes e os Estados Unidos que normalmente dão um trabalhão danado! Esse Grupo G é um "Grupo da morte" também. E assim será a Copa do Mundo 2014, com dois grupos da morte, outros dois mais ou menos fortes e outros quatro com Seleções que vão passear até ver se encontram mais dificuldades nas oitavas-de-final.

2 comentários:

Marcelonso disse...

Realmente não dá pra entender o critério utilizado pela Fifa para estabelecer esse ranking.

Nada contra a Colombia, mas sinceramente não deveria ser cabeça de chave.

De todo modo, o grupo do Brasil é um dos mais tranquilos, porém traiçoeiro...

abs

Net Esportes disse...

@Marcelonso: Realmente meu caro Marcelo. Nem Colômbia e nem Suiça !!! Acabaram ficando 4 grupos fortes e 4 fracos. valeu! abs