Simulador da Copa do Mundo 2014 no Brasil

10:15 Net Esportes 0 Comments

O sorteio da Copa do Mundo de 2014 no Brasil proporcionou grupos absurdos devido aos cabeças de chave que foram escolhidos. A confusão em passar um europeu para outro pote e a falta de mais sul-americanos em um dos potes foram fatores determinantes para que pelo menos quatro grupos fossem fracos, dois moderados e outros dois muitos fortes, os chamados grupos da morte. Isso faz com que uma lado da tabela, que poderia ser chamado de o lado de cima a partir das oitavas de final, tenha ficado muito mais forte e complicado do que o lado de baixo, para onde quem for pode se dar muito bem.

Não existe nada mais legal para fazer antecipadamente aos jogos que não seja uma simulação dos jogos. Quem inventou esses simuladores dos jogos da Copa do Mundo foi um verdadeiro gênio. Claro que ninguém é o Polvo Paul para saber antecipadamente o que vai acontecer, mas na última Copa do Mundo realizada na África do Sul em 2010 era difícil não colocar Brasil e Espanha frente a frente em uma final. A Espanha fez o seu papel, mas o Brasil fez o favor de perder para a Holanda. Agora em 2014 as coisas ficaram um pouco diferentes, ainda é possível ver Brasil e Espanha decidindo como fora na Copa das Confederações, mas seria mais legal já vê-los nas oitavas de final.

Culpa da Colômbia e da Suíça serem cabeças de chave. A Holanda surpreende a Espanha logo no primeiro jogo do Grupo B dando um troco pela final da Copa de 2010. Eles vencem e seguem fortes para terminarem em primeiro lugar. A Espanha perdendo o primeiro jogo não é novidade, foi assim contra a Suíça na África do Sul. O Brasil fez seu papel de forma tranquila diante de Croácia, México e Camarões. Mesmo empatando com o México o time termina em primeiro do Grupo e reedita a final da Copa das Confederações. O jogo acontece no Mineirão lotado, apoio da torcida nas arquibancadas e muitos protestos nas ruas. A Espanha está em um dia melhor e vence por 2 a 1.

Acaba o sonho do Brasil de se redimir do desastre de 1950. E isso não significa que a Espanha terá uma vida muito fácil daqui para frente. Esse é o lado de cima da tabela, é o lado mais difícil. Nas quartas de final quem vem pela frente é a Inglaterra, difícil, mas superável. Depois a coisa complica, pois no Maracanã quem jogou foi a Alemanha e a França, e os alemães se deram bem. Já do outro lado da tabela a coisa teoricamente ficou fácil para a Holanda voltar à grande decisão, mas o problema é que os sul-americanos praticamente jogando em casa resolveram tomar o controle da situação. As quartas de final acabam vendo os holandeses perdendo para um surpreendente Uruguai e a Argentina passando por Portugal nos pênaltis.

De um lado um confronto sul-americano entre Argentina e Uruguai valendo vaga na final. Do outro lado um confronto europeu valendo a chance de erguer a taça no Rio de Janeiro. A Alemanha segue em frente e disputa a decisão contra a Argentina de Messi. O melhor do mundo ainda não consegue fazer o que Maradona fez e é obrigado a ver os alemães comemorando mais uma conquista no repeteco do que foi a final de 1990 na Itália. A Espanha se consola com o terceiro lugar derrotando o Uruguai por 2 a 0. Isso tudo se por acaso o Brasil não ficar em segundo lugar no Grupo A após ser surpreendido pelo México e assim passar pela Holanda, Uruguai e Argentina até a final, mas o problema seria se a Espanha ficar em primeiro. Tudo pode acontecer na Copa do Mundo de 2014, essa é apenas uma das milhares de possibilidades. Faça a sua.

0 comentários: