Não foi a melhor corrida dos últimos tempos

15:01 Net Esportes 3 Comments

A temporada de 2010 da Fórmula 1 foi extremamente equilibrada, com quatro pilotos brigando pelo título na última corrida e cheia de provas emocionantes. O começo de 2013 foi agitado também e em 2012 a maioria dos comentários vindos daqueles que se dizem os maiores entendedores de corridas da categoria máxima do automobilismo não se continha em dizer que era a melhor temporada de todos os tempos. Era "emocionante" a briga pelo décimo segundo lugar. A Red Bull dominava, mas as corridas eram cheias de ultrapassagens, e isso já bastava para eles. Foi outro dia mesmo que isso aconteceu, mas eles só conseguem se lembrar do dia de hoje e hoje é sempre o mais emocionante de sempre.

As duas primeiras corridas do ano, na Austrália e na Malásia, foram realmente chatas. O que se lembra da temporada passada é que Sebastian Vettel e a Red Bull dominaram fácil do início até antes do fim, mas isso não quer dizer que faz tanto tempo que não tem uma corrida emocionante e cheia de ultrapassagens. Isso tem acontecido constantemente na Fórmula 1 pelo menos desde 2010, não é em todas as corridas e talvez não seja na maioria delas, mas também não é para exagerar ao ponto de dizer que o GP do Bahrein foi o mais emocionante dos últimos tempos. Mesmo que ele realmente tenha sido interessante e agitado, principalmente pela briga valendo a primeira posição.

É lamentável, mas se não tem briga pelo primeira posição, o líder da corrida nem aparece na trasmissão da TV. As brigas e ultrapassagens são legais até a segunda página, até o Maldonado fazer o Esteban Gutiérrez viver o seu dia de Daiane dos Santos com seu duplo twist carpado e outras pequenas coisas mais, mas chega uma hora que o "X" já não tem mais um pingo de graça. É mais do mesmo e mais burrice de quem retarda a freada e quase acerta a traseira do outro cara. O que vale mesmo é a briga pela primeira posição, a briga pela vitória. E desta vez aconteceu, tudo porque o Lewis Hamilton é agarrido e Nico Rosberg tentou parecer ser aguerrido.

O primeiro colocado larga no lado limpo da pista, mas do que isso adianta se as duas primeiras curvas são para o lado que largou o segundo colocado? Enquanto não acontecer nenhuma besteira, daquelas que "mistura tinta" a briga estará belamente aberta entre os dois pilotos da Mercedes, e assim Hamilton tem uma pequena vantagem. Mais do que isso ele foi inteligente, deixou o pior pneu para o fim quando teria ampla vantagem, mas o Safety Car quase atrapalhou seus planos. Rosberg foi bem não só depois do Safety Car, como antes quando até chegou a passar o inglês antes até da primeira parada. Isso foi o que fez a corrida ser tão legal, mas não a mais legal dos últimos tempos como se não tivesse tido nenhuma corrida agitada com chuva e emocionante nos últimos quatro anos. Foram várias.

3 comentários:

Ron Groo disse...

Foi uma corrida ótima, a melhor em muito tempo, mas falar em melhor de todos os tempos realmente é forçar a barra demais.
Tem que lembrar o povo que há os ERS, que há o DRS, que havia um briga politica sobre barulho de motor, teto orçamentário e domínio que precisava ser abafada e, tenho certeza disto, usaram a tal liberdade de competição entre os pilotos da mesma equipe para enfraquecer um dos lados litigantes...

Mas foi legalzinha.

Marcelonso disse...

Se olharmos as últimas 11 corridas antes dessa, sem dúvida alguma essa foi a melhor.

Concordo que não foi a melhor de todos os tempos, mas foi bacana de assistir, ainda mais sendo no Bahrein.

Pena é observar ano após ano uma equipe se destacando absurdamente...

Sim, eu sei que sempre foi assim, mas torço por mais equilibrio um dia, quem sabe...


abs



Net Esportes disse...

@Ron Groo e @Marcelonso: De todos os tempos não, dos "últimos tempos". Eu entendo últimos tempos os últimos quatro anos pelo menos. Para a nossa "querida" emissora que transmite dever ser dos últimos seis meses!

abs
obrigado pelos comentários