A espera continua e pode durar para sempre

11:24 Net Esportes 0 Comments

Seattle Slew em 1977 e Affirmed em 1978. Dois cavalos vencem a tríplice coroa do turfe americano em dois anos consecutivos. E tudo isso na mesma década que havia visto em 1973 o maior de todos Secretariat assombrar o mundo com suas conquistas marcantes e inesquecíveis. Bons tempos aqueles em que se conseguir um feito que apenas onze em toda a história conseguiram parecia ser tão fácil, tão simples. Era apenas largar e correr como nunca, chegar na frente e entrar para um hall da fama tão restrito que talvez ninguém mais possa fazer parte dele um dia. São 36 anos de uma espera angustiante que já viu 13 cavalos chagarem perto de alcançar o feito e falharem na última e decisiva prova que fecha a saga das três corridas de cavalos mais importantes do planeta. E em 2014 a sina dos derrotados se repetiu mais uma vez.

E não parecia que ia se repetir nesta ocasião. O domínio de California Chrome no Kentucky Derby foi incrível e mostrou toda a sua força. O resultado certamente fez se arrepender aquele que vendeu sua mãe por apenas oito mil dólares no mundo dos milhões que envolvem a raça de um puro sangue. Chrome estava impossível para um cavalo de três anos de idade e seus resultados mostravam que seu futuro seria brilhante. Se não bastasse ele reascendeu a chama da esperança quando simplesmente fez um passeio no parque correndo no Pimlico Race Course. A grande vitória no Preakness Stakes fez parecer que espera finalmente teria um fim, mas a coisa não foi bem assim. Rumando para Nova York tudo muda, e cada vez fica mais difícil acreditar que era possível vencer lá após ter vencido as outras duas corridas.

O tempo de espera é maior. A distância da corrida é maior. O treinamento do cavalo é diferente e hoje em dia é tudo diferente de como era em 1978 e em toda a década de 1970. São mais cavalos largando juntos, tem cavalo que nem correu no Kentucky ou no Preakness. Seu nome é Tonalist, ele só venceu o Peter Pan Stakes e ele nem está entre os grandes favoritos do dia que gostaria de ver o fim da grande espera. O estraga prazeres acelerou forte para vencer o Belmont Stakes na reta final por apenas uma cabeça de vantagem enquanto California Chrome terminou em quarto lugar após ter ficado encaixotado antes da última curva. Faltou força, faltou fôlego, faltou um pouco mais para entrar para a história seleta de apenas onze felizardos. A angustiante espera continua, e pela forma como as coisas acontecem a cada ano ela poderá durar para sempre.

0 comentários: