Título da Fórmula 1 de 2014 termina nas mãos de Lewis Hamilton

14:19 Net Esportes 2 Comments

Ganhar um beijo de Nicole Scherzinger deve ser bom mesmo que ele seja no capacete! A festa é com a família, a equipe e os amigos mais próximos logo após sair do carro em Abu Dhabi. O circuito de Yas Marina ficou pequeno, porque Lewis Hamilton é o grande campeão da Fórmula 1 em 2014. O ano que a equipe Mercedes dominou completamente como a muitos e muitos anos atrás fazia. Desde de a era histórica e marcante de Juan Manuel Fangio até o seu retorno recente à categoria máxima do automobilismo após uma ausência que deixou saudades. Não teve para ninguém, nem para a Red Bull e tão pouco para a Ferrari. Da McLaren não se viu nem a sombra e até a Williams conseguiu aparecer um pouco mais. A velha história de apenas um carro dominando? Isso não significa que as emoções ficaram de lado, pelo menso para quem gosta muito.

Tudo bem. Foram uma ou duas corridas realmente emocionantes ao longo do ano. Foram apenas três etapas em que um piloto vencedor não foi da equipe Mercedes, sendo que nas três o triunfo foi de Daniel Ricciardo. Mesmo assim Lewis Hamilton e seu companheiro de equipe Nico Rosberg mantiveram a disputa pelo título aberta até a última corrida do ano, e assim seria mesmo que esta última corrida não tivesse a pontuação dobrada. Os nervos estavam à flor da pele, Hamilton via uma possibilidade de perder a taça, mas tudo não passou de apenas um susto. Rosberg deu adeus à qualquer chance quando fez uma péssima largada e mais tarde sairia completamente da disputa quando sua Mercedes lhe deixou na mão pela terceira vez no ano.

O risco de perder seu segundo título na carreira pela bizarra dobra de pontos da última etapa seria decepcionante para Hamilton que festejou de mais com a bandeira do Reino Unido. O título foi mais do que merecido, afinal o inglês venceu mais vezes, venceu quatro atapas seguidas no início do ano e cinco no final. Venceu seis em sete provas. Rosberg jamais em todo o ano conseguiu duas vitórias seguidas. Só não foi mais fácil para Hamilton porque ele abandonou três vezes e foi terceiro duas vezes seguidas. Se não fosse isso o título poderia ter sido garantido até com antecedência sem qualquer ameaça do dobro dos pontos da etapa final.

A Fórmula 1 do motor turbo mudou a cara dos últimos quatro anos. Mas não mudou a cara da Fórmula 1. Salvo algumas exceções, claro, a Fórmula 1 sempre foi mais o carro do que o piloto. Os pilotos de um modo geral são todos excelentes, alguns fazem um pouco a diferença, mas isso no final do campeonato só faz diferença se os carros se equipararem. Como Sebastian Vettel em 2010, por exemplo. Talvez como Hamilton em 2014 também. O inglês só perdeu o título em 2007 pela falta de experiência, era o seu ano de estreia, mas a forma como correu neste domingo em Abu Dhabi provou que a pressão já não faz tanta diferença. O título da Fórmula 1 de 2014 terminou merecidamente nas mãos de Lewis Hamilton.

2 comentários:

Ron Groo disse...

Corrida chata. Ninguém gosta de abundabe
Equipe campeã chata: ninguém torce ou deixa de torcer pela Mercedes... é só mais um outdoor rapidão para os carros de rua e pronto.
Campeão chato, chorão, mimado, bobo...

A F1 nunca viveu dias tão sem graça como neste 2014

Marcelonso disse...

O titulo ficou com o melhor piloto. Portanto foi merecido.

Quanto ao dominio da Mercedes, é evidente que torna tudo muito pedante, mas sempre foi assim na F-1. De tempos em tempos, um time domina a temporada.

E como vc bem colocou, esperamos que na próxima temporada tenhamos ao menos mais uma equipe em condições de lutar por vitórias e campeonatos. E que seja a Williams. Frank merece!


abs