Seattle Seahawks vai para o Super Bowl 2015

14:30 Net Esportes 1 Comments

Seattle Seahawks, Super Bowl, Super Bowl 2015, Patriots, NFL, esportes, Net Esportes, blog de esportes, notícias de esportes, esportes americanos
Me lembro como se fosse ontem a primeira vez que assisti a um jogo de Futebol Americano. Era logo um Super Bowl e por incrível que possa parecer estava passando na TV aberta. Eu simplesmente desacreditei quando vi aquele touchdown de retorno anotado por Desmond Howard. O cara simplesmente correu 99 jardas e, mesmo ainda sendo o terceiro quarto do jogo, praticamente decretou a vitória do Green Bay Packers contra o New England Patriots. Não teve como não se tornar um torcedor da equipe Verde e Amarela. Se tornar um verdadeiro cabeça de queijo do único time que não tem um dono na NFL e sim mais de 360 mil, cada um dono de uma pequenina, mas muito significativa parte dessa equipe. Eles estavam esperançosos neste domingo, de ver sua equipe frente a frente com o Patriots novamente como fora em 1997, mas não esperavam pelo pior.

Os números alcançados por Brett Favre não vão durar para sempre, mas a história que o velho quarterback do Packers construiu nunca será abalada, mesmo que ele tenha ido jogar por um tempo no maior rival Minnesota Vikings. No entanto, em termos de Super Bowl, foi apenas uma conquista, aquela de 1997. Aaron Rodgers chegou e o que ele fez? Já foi logo conquistando o seu anel de campeão da NFL. Será que isso foi um problema? Será que o novo quarterback viverá o mesmo drama de ter apenas uma conquista em sua carreira? Quem sabe as coisas mudem quando ele não estiver jogando machucado. Quando ele não tiver correndo com a bola e parecer mais o Saci Pererê rumo a lateral do campo quando as coisas já estavam fora do controle e quase indo de vez por água abaixo.

Todos já diziam, o Seattle Seahawks, atual campeão, não vai dar a menor chance para o Packers na final da Conferência desse ano. Mas o jogo começa no lotado CenturyLink Field e o que acontece? O Packers faz 16 a 0 no primeiro tempo inteiro, nos dois primeiros quartos inteiros o atual campeão do Super Bowl não fez nenhum pontinho, nada, nem field goal, absolutamente nada. O jogo estava nas mãos do Packers, eles tinham tudo para voltar ao Super Bowl, mas não conseguiram. Como foi que isso aconteceu? O Seattle enfim abriu o placar no terceiro quarto, com um TD, então foram para cima, mas foram com vontade, e ainda contaram com uma sorte que não se vê todos os dias.

Foi um verdadeiro abalo sísmico, ainda não se tem notícias de como tudo ocorreu. O Packers conseguiu uma interceptação, faltando cerca de cinco minutos no relógio. Mas foi aí que o time dos cabeças de queijo começou a cavar a própria cova. Após a interceptação, o jogador de Green Bay não avançou com a bola. Em seguida Rodgers tentou gastar o tempo, mas não gastou praticamente nada. Mais um field goal teria sido fundamental. O Seattle então chegou ao seu segundo touchdown, chorado, depois de um outro anulado. Em seguida fizeram um onsidekick perfeito, marcaram mais um TD com uma conversão de dois pontos improvável e levaram ao delírio seus amantes fanáticos.

Antes do apito final, lá estava Mason Crosby para salvar a pátria mais uma vez, porém, na prorrogação, Russell Wilson parecia uma máquina e comandou uma das maiores viradas de pós-temporada que não se via desde 1972 quando Cowboys se recuperou contra o 49ers e 1987, quando Browns fez um milagre contra o Jets. O Seahawks agora tem a chance de vencer o Super Bowl pela segunda vez seguida, mas não será fácil, pois o Patriots será o seu rival após simplesmente aniquilar o Indianapolis Colts por inacreditáveis 45 a 7.

1 comentários:

Ron Groo disse...

Por razões de bolão, tava torcendo pelos Packers, que aliás, me são muito simpáticos pela história do time e tal...
Mas quando acabou o jogo, eu comemorava a classificação do Seattle como se fossem os 49ers que eu torço...
Foi muito emocionante, demais.
Não tem como não amar este jogo.