Simplesmente exagerado

13:24 Net Esportes 0 Comments

preaknes 2016, net esportes
A chuva que caiu forte e passou rápido no Kentucky Derby desta vez veio para ficar no Preakness Stakes. A pista de areia ficou encharcada e pesada. Neste momento talvez já fosse possível prever certa dificuldade para o favorito Nyquist, mas seria um exagero deixar de acreditar na esperança de ver uma conquista da tríplice coroa pelo segundo ano consecutivo. Principalmente depois de ter esperado desde 1978 até finalmente American Pharoah alcançar o feito extraordinário no ano passado. Exceto talvez se essa aposta fosse em um cavalo que é simplesmente exagerado, chamado de Exaggerator e pronto para exagerar na dose.

O Kentucky Derby foi incrível. Único e inesquecível para Nyquist. Seu domínio pleno praticamente de ponta a ponta foi decisivo e o puro sangue inglês mereceu a vitória grandiosa. Mesmo assim não dava para ignorar a performance inacreditável e exagerada de Exaggerator. Conduzido pelo experiente Kent Desormeaux, o cavalo teve uma recuperação fantástica após figurar nas últimas colocações (grande estratégia que muitas vezes dá certo), e arrancou na reta final de maneira fulminante, quase alcançando Nyquist que vinha perdendo força, mas que acabou cruzando a faixa final em primeiro.

O tradicional sinal das cornetas ecoaram e, após um coral da marinha interpretar de maneira sempre emocionante "My Maryland, My Maryland" (um hino em Baltimore), a história do Kentucky Derby quase se repetiu no Preakness Stakes. Lá estava novamente Nyquist disparando na ponta e fazendo Doug O'Neill vibrar feliz mesmo vivendo tantos dramas familiares com seus irmãos morrendo e ficando doentes. Mario Gutierrez estava impecável novamente, mas desta talvez tinha faltado um pouco mais de exagero para que a vitória e sonho da tríplice coroa pudessem ser repetidos e mantidos. Desta vez ele não iria aguentar até o final.

Exaggerator não conseguiu ultrapassar Nyquist na reta final do Kentucky Derby porque demorou muito para partir em busca da vitória e teve dificuldades em ultrapassar os outros cavalos, ficando encaixotado. Agora, no Preakness Stakes, ele se antecipou um pouco e na última curva já partia em busca da liderança. A ultrapassagem foi feita de forma avassaladora, exagerada e, mesmo com Nyquist tentando mudar o traçado para se recuperar, Exaggerator seguiu unânime pela linha de dentro. Por ali ele foi sem ver ninguém à sua frente, vencendo com autonomia do mesmo jeito que gostaria de ter feito duas semanas antes.

Pela primeira vez Exaggerator derrota Nyquist. Pela primeira vez desde 1993 um cavalo vice-campeão do Kentucky Derby vence o Preakness Stakes. Pela primeira vez o treinador de um cavalo, cujo irmão é o jockey, vence uma das principais corridas de cavalo do turfe americano. Pela primeira vez desejamos que o vencedor da corrida anterior pudesse ter sido o mesmo que venceu agora. Ou será que é um exagero dizer que Exaggerator é melhor que Nyquist? A resposta poderá vir no Belmont Stakes, em Nova York, afinal se não teremos a tríplice coroa neste ano, que seja um tira-teima para saber qual é o melhor cavalo deste ano.

0 comentários: