O Criador e o nariz da criatura

11:51 Net Esportes 0 Comments

Era mais uma tarde cinzenta de sábado em Elmont, Nova York. O tempo chuvoso já é desanimador e, se não existe a possibilidade de tríplice coroa, as coisas ficam ainda menos empolgantes. Mesmo assim mais de 60 mil pessoas se deslocam para o distante Belmont Park, afinal era dia de Belmont Stakes. Não haverá tríplice coroa este ano, pudera, ela veio no ano passado depois de 38 anos de uma espera angustiante. Quem sabe poderemos ver um duelo entre o vencedor do Kentucky Derby e do Preakness Stakes? Nada disso também, Nyquist ficou doente e não viajou para Nova York.

Então que seja apenas mais uma corrida de cavalos. Que seja mais uma simples disputa com um vencedor qualquer. Que seja então a confirmação de Exaggerator como o melhor do ano. Aquele que deveria ter vencido em Kentucky após a arrancada final fulminante. Sem exageros, um vencedor digno e merecedor da glória. Se não tivesse ficado 'encaixotado' na última curva. Se não tivesse 'desaparecido' nas sombras das nuvens que aterrorizam o cinzento Belmont Park. Depois da última curva parecia até uma repetição do Preakness, mas ele acabou mesmo na décima primeira posição.

Se a tríplice coroa não está em jogo, as escolhas para estar na segunda ou na terceira corrida variam muito em relação à primeira. Do Preakness vieram quatro cavalos. Já de Kentucky foram cinco que não estavam no Preakness. Destes cinco que optaram por pular a segunda corrida, um era Destin, que havia ficado na sexta colocação naquele dia 7 de maio de 2016. O outro era Creator, o cavalo que amargou a décima terceira colocação da corrida que tem um total de 20 participantes. Muitas vezes os donos e treinadores fazem essa escolha de ir direto para Nova York, se preparar melhor, e muitas vezes acaba dando certo, ou quase certo para alguns.

Não importa se tem tríplice coroa ou não. Tão pouco se é ou não disputa particular entre dois vencedores das duas primeiras corridas da tríplice coroa. São mais de 60 mil espectadores e outros milhões de aficionados espalhados pelo mundo. Não importa nem se está chovendo, pois não é apenas mais uma corrida de cavalo. A emoção sempre pode estar presente, principalmente quando a última curva é feita e todos entram pela reta final. Tudo estava quase dando certo para Destin. E tudo deu certo para Creator. Parecia até o Exaggerator na última arrancada. Cada vez mais próximo, lado a lado e finalmente vencendo. O criador e o nariz da criatura, a emocionante vitória por apenas um nariz de vantagem.

0 comentários: